Português Língua Segunda: Atitudes e Proficiência Linguísticas dos Aprendentes Jovens em Cabo Verde

Ana Cristina Neves

Resumo


Resumo: O objectivo deste estudo é identificar o conjunto de variáveis individuais e sociais que influenciam a proficiência do Português de jovens aprendentes de Cabo Verde e as suas atitudes perante ambas as línguas crioula e portuguesa. Pouca investigação sociolinguística tem sido feita em contextos crioulos tendo em especial atenção aprendentes jovens. No caso de Cabo Verde, desde os estudos sociolinguísticos de M. Valkhoff (1975) e P. Thiele (1991) pouco trabalho de investigação tem sido feito nesta área, para não mencionar a ausência de estudos sociolinguísticos sobre aprendentes jovens. Os dados do trabalho de campo levado a cabo com 474 jovens prendentes do português língua segunda (LP ou L2) com idades compreendidas entre os 8 e os 16 anos, oriundos de todas as ilhas habitadas de Cabo Verde, revelam a importância das variáveis sociais especialmente em relação às atitudes linguísticas.

Palavras-chave: Sociolinguística, Crioulo, PLS (Português Língua Segunda)

Abstract:The aim of the present study is to identify the cluster of both individual and social variables which influence on the proficiency in Portuguese of Capeverdean young learners and on their attitudes to both the creole and the Portuguese languages.Little sociolinguistic research has been carried out on creole contexts taking into special account young learners. In the case of Cape Verde, since M. Valkhoff (1975) and P. Thiele’s (1991) sociolinguistic surveys, no further relevant research has been done on this field, not to mention the absence of sociolinguistic surveys on young learners. Data from my 2004 fieldwork with 474 young learners in the age group of 8-16 years from all inhabited Capeverdean islands reveals the significance of social variables especially in language attitudes.

Keywords: Sociolinguistics, Creole, PSL (Portuguese as Second Language)


Texto completo:

PDF

Referências


AFONSO, Maria Manuela. Educação e Classes Sociais em Cabo Verde. Praia: Spleen Edições / Associação Académica África Debate, 2002.

CORDER, Pit. The role of interpretaion in the study of learners’ errors“. In: Error Analysis and Interlanguage. Oxford: Oxford University Press, 1981. p. 35-44.

CRAIG, Dennis R. „Models for educational policy in creole-speaking communities“. In: VALDMAN, Albert; HIGHFIELD, Arnold. Theoretical Orientations in Creole Studies. New York: Academic Press, 1980. p. 245-265.

GONÇALVES, Perpétua.. „A génese de línguas em contextos multilingues: uma abordagem paramétrica“. In: D’ANDRADE, Ernesto; MOTA, M. Antónia,; PEREIRA, Dulce (Org.). Crioulos de Base Portuguesa. Braga: Associação Portuguesa de Linguística., 2000. p. 247-257.

HELFRICH, Uta. „Sprachwechselprozesse in der Diglossiesituation: Franzosen im Grenzgebiet Nordelsass/Südpfalz“. In: STEHL, Thomas. Dialektgenerationen, Dialektfunktionen, Sprachwandel. Tübingen: Gunter Narr Verlag, 1999. p. 55-80.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTATÍSTICA. Cabo Verde: Recenseamento Geral – População e Habitação. Praia: Instituto Nacional de Estatística. 2000.

KHANNA, A. L. „Individual and Social Variables in ESL“. In: AGNIHOTRI, R. K.; KHANNA, A.L. Research in Applied Linguistics. Second Language Acquisition: Socio-Cultural and Linguistic Aspects of English in India. New Delhi/London: Sage Publications, 1994. Vol. I. p. 247-264.

LESOURD, Michel. „Insularismes et Développement en République du Cap-Vert“. In: Lusotopie: Enjeux contemporains dans les Espaces Lusophones – Géopolitiques des Mondes Lusophones, nº1 e 2. Paris: L’Hartmattan, 1994. p. 113-133.

NEVES, Ana Cristina. Língua e Poder em Cabo Verde: a Situação de Diglossia nas Escolas Primárias. 2006. 286 f. Dissertação (Doutoramento em Linguística Portuguesa) – Philosophische Fakultät, Universidade de Zurique. Zurique: Reprografia Estudantil, 2007.

http://www.dissertationen.uzh.ch/ [data de consulta 27.04.2007].

THIELE, Petra.. Kabuverdianu: Elementaria seiner TMA-Morphosyntax im lusokreolischen Vergleich. BORETZKY, N.; WINNINGER, W.; STOLZ, T. (Ed.). Bochum: Universitätsverlag Dr. N. Brockmeyer, 1991.

VALKHOFF, Marius F. „A Socio-linguistic Enquiry into Cabo-verdiano Creole“. In: Miscelânea Luso-Africana – Colectânea de estudos coligidos. Lisboa: Junta de Investigações Científicas do Ultramar, 1975. p. 41-58.

VELLACOTT, Maja C.; WOLTER, Stefan C. „Soziale Herkunft und Chancengleichheit“. In: BUNDESAMT FÜR STATISTIK (BFS) UND SCHWEIZERISCHE KONFERENZ DER KANTONALEN ERZIEHUNGSDIREKTOREN (EDK) (Ed.). Für das Leben gerüstet? Die Grundkompetenzen der Jugendlichen – Nationaler Bericht der Erhebung PISA 2000. Neuchâtel: BFS; 2002. p. 90-112.




DOI: https://doi.org/10.19134/eutomia-v1i01p%25p

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

Qualis (CAPES): B1-LETRAS / LINGUÍSTICA; B1-EDUCAÇÃO; B1-FILOSOFIA/TEOLOGIA:subcomissão FILOSOFIA; B1-INTERDISCIPLINAR; B3-CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS; B3-HISTÓRIA; B3-PSICOLOGIA; B5-EDUCAÇÃO FÍSICA; B5-ODONTOLOGIA; B5-SERVIÇO SOCIAL; C-ARTES / MÚSICA

Diretórios:


Indexadores:

 

Directory of Open Access Journals


Associação de revistas acadêmicas latinoamericanas de humanidades e ciências sociais

Institucional