Bibliotecas de ontem e o futuro das ciências humanas | Trad. Luiz Costa Lima

Hans Ulrich Gumbrecht

Resumo


"A Stanford University encontra-se propriamente em um impasse quanto à ampliação de sua área construída. A extensa área de que dispõe possibilitaria sua expansão academicamente orientada, além da superfície hoje visível como campus, entre a baía de São Francisco e o Pacífico; no entanto, um acordo com a direção administrativa do Condado de Santa Clara diminui a cada ano a dimensão do volume de construção tolerado; isso lança a universidade em uma tomada de decisão difícil e, muitas vezes, calorosamente discutida. Cada nova construção, pronta para ser ocupada, implica decisões contra outros projetos que, do lado financeiro, são viáveis, embora, academicamente, sejam tão relevantes quanto discutíveis. Neste ínterim, tal situação trouxe à ordem do dia a questão fundamental de quão importante é a presença material de livros no campus – e isso significa para a maioria dos cientistas sociais em Stanford que o problema começa agora a pôr em risco a substância intelectual da instituição. [...]"

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19134/eutomia-v1i01p%25p

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

Qualis (CAPES): B1-LETRAS / LINGUÍSTICA; B1-EDUCAÇÃO; B1-FILOSOFIA/TEOLOGIA:subcomissão FILOSOFIA; B1-INTERDISCIPLINAR; B3-CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS; B3-HISTÓRIA; B3-PSICOLOGIA; B5-EDUCAÇÃO FÍSICA; B5-ODONTOLOGIA; B5-SERVIÇO SOCIAL; C-ARTES / MÚSICA

Diretórios:


Indexadores:

 

Directory of Open Access Journals


Associação de revistas acadêmicas latinoamericanas de humanidades e ciências sociais

Institucional