Gêneros Orais: uma nova proposta de abordagem do ensino

Rafaela Araújo Jordão Rigaud Peixoto

Resumo


Resumo: O ensino da modalidade oral da língua ainda é bastante marginalizado em sala de aula, apesar da preponderância de seu uso nas práticas sociais dos alunos. Em vista disso, a partir de um estudo de caso, foram apresentadas propostas sobre a maneira como os professores de língua materna devem abordar os gêneros orais na escola. Baseado nos pressupostos de Castilho (1997), Milânez (1993) e Ramos (1997), analisou-se o gênero júri simulado, destacando elementos importantes para serem abordados em aula, tais como o uso de movimentos retóricos e mecanismos lingüísticos. O trabalho conclui que o estímulo da prática da oralidade é uma inovação positiva e fator essencial para o desenvolvimento do estudo e das aptidões lingüísticas.

Palavras-chave: Lingüística, ensino, oralidade.

 

Abstract: The teaching of oral speech is still very marginalized in the classroom, in spite of the preponderance of its use in students’ social practices. For this, from a case study, some proposals were presented about the way language teachers should deal with oral genres in school. Based on the ideas of Castilho (1997), Milânez (1993) and Ramos (1997), the genre simulated jury was analyzed, highlighting important elements to deal with in class, such as the use of rhetorical moves and linguistic mechanisms. The work concludes the stimulus of oral practice is a positive innovation and essential factor to develop linguistic study and abilities.

Key-words: Linguistics, teaching, oral speech.


Texto completo:

PDF

Referências


CASTILHO, A. T. de. (1998) A língua falada no ensino do português. São Paulo: Contexto.

FERREIRO, E. (2004) Escrita e oralidade: unidades, níveis de análise e consciência metalingüística. In: _____ (Org.). Relações de in(dependência) entre oralidade e escrita. São Paulo: ArtMed.

MILANEZ, W. (1993) Pedagogia do oral: condições e perspectivas para sua aplicação no português. Campinas: Sama Editora.

RAMOS, J. (1997) O espaço da oralidade na sala de aula. São Paulo: Martins Fontes.




DOI: https://doi.org/10.19134/eutomia-v1i01p%25p

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

Qualis (CAPES): B1-LETRAS / LINGUÍSTICA; B1-EDUCAÇÃO; B1-FILOSOFIA/TEOLOGIA:subcomissão FILOSOFIA; B1-INTERDISCIPLINAR; B3-CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS; B3-HISTÓRIA; B3-PSICOLOGIA; B5-EDUCAÇÃO FÍSICA; B5-ODONTOLOGIA; B5-SERVIÇO SOCIAL; C-ARTES / MÚSICA

Diretórios:


Indexadores:

 

Directory of Open Access Journals


Associação de revistas acadêmicas latinoamericanas de humanidades e ciências sociais

Institucional