Iararana e a Carta de Caminha: focos sobre a construção da nação brasileira

Gisane Souza Santana

Resumo


Resumo: O presente trabalho pretende analisar a construção da nação na contemporaneidade a partir dos discursos performático e pedagógico no corpus literário Iararana de Sosígenes Costa - alegoria que narra a formação étnico-cultural do Sul da Bahia, partindo de elementos formadores da identidade nacional, ou seja, elementos que remetem ao hibridismo cultural da nação brasileira: o branco Tupã-Cavalo, Iara e o índio - e a Carta de Caminha - que se ocupa de expor em detalhes a nova terra, a figura do indígena e seus primeiros contatos com o homem europeu. O questionamento que norteará o trabalho busca explicar a narrativa dos mitos fundadores no tempo historicista do discurso pedagógico e as fissuras provocadas no discurso historicista pela contranarrativa do performático. A análise será feita com base nos conceitos dos teóricos: Anderson(1989); Chauí (2001);Hall (1999); Bhabha (1998); Nestor Canclini (2000).

Keywords: Nation; Speeches Pedagogical; Speeches Performatico.

 

Abstract: The present work intends to analyze the construction of the nation in the current from the performatico and pedagogical speeches in the literary corpus Iararana de Sosígenes Costa - alegoria that he tells the ethnic - cultural formation of the South of the Bahia, leaving of elements formadores of the national identity, that is, elements that they send to the cultural hibridez of the Brazilian nation: the white Tupã-Cavalo, Iara and the indian – Carta de Caminha that if it occupies to display in details the new land, the figure of the aboriginal and its first contacts with the European man. The questioning that will guide the work searchs to explain the narrative of founding myths in the historic time of the pedagogical speech and the fictions provoked in the historic speech for the against-narrative of the performatico. The analysis will be made on the basis of the concepts of the theoreticians: Anderson(1989); Chauí (2001);Hall (1999); Bhabha (1998); Nestor Canclini (2000).

Palavras-chave: Nação; Discurso Pedagógico e Discurso Performático.


Texto completo:

PDF

Referências


ANDERSON, Benedict. Nação e consciência nacional. Trad. De Lólio L. de Oliveira. São Paulo: Ática, 1989.

BHABHA, Hommi K. O local da cultura. Trad.: Myriam Ávila, Eliana Lourenço de Lima Reis, Gláucia Renate Gonçalves. Belo Horizonte: UFMG, 1998.

BRANDÃO, Junito de Souza. Dicionário mitico-etimológico da mitologia grega. 3. ed. Petrópolis: Vozes, 1997.

CANCLINI, Néstor Garcia. Culturas híbridas: Estratégias para entrar e sair da modernidade. Trad. Heloísa Pezza Cintrão, Ana Regina Lessa. 3 ed. São Paulo: Edusp, 2000.

CHAUI, Marilena. Brasil: mito fundador e sociedade autoritária, 1941. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2001.

COSTA, Sosígenes. ararana. São Paulo: Cultrix, s.d. I

FRANÇA FILHO, Durval Pereira da. Belmonte, Memória, Cultura e Turismo: numa (re)visão de Iararana de Sosígenes Costa. Dissertação defendida no mestrado em Cultura & Turismo. UESC/UFBa: Ilhéus, 2003. Disponibilizada em http://www.uesc.br/cursos/pos_grad/mest/turismo/dissert.htm Acesso em 02/2008.

GUMBRECHT, H. U. As Consequências da Estética da Recepção: Um Início Postergado. In: ROCHA, João Cezar de Castro (Org.). Corpo e Forma - Ensaios Para uma Crítica Não-Hermenêutica. Rio de Janeiro: Editora UERJ, 1998.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. 3ª ed. Trad.: Tomaz Tadeu da Silva, Guacira Lopes Louro. Rio de Janeiro: DP & A, 1999.

MACHADO, Fernando Augusto. Rousseau em Portugal: da clandestinidade setecentista à legalidade vintista. Portugal: Campo das Letras, 2000.

PACHECO, Isabel de Jesus. O Imaginário da Carta de Caminha e sua Apropriação pelo Turismo. Dissertação defendida no mestrado em Cultura & Turismo. UESC/UFBa: Ilhéus, 2004. Disponibilizada em http://www.uesc.br/cursos/pos_grad/mest/turismo/dissert.htm Acesso em 02/2008.

PENA, FELIPE. Rousseau, o herói épico de seu tempo. In: Revista Cadernos. DP de Ciências Jurídicas da PUC-Rio. 1996. Disponibilizado em http://www.felipepena.com/download/Rousseau.pdf. Acesso em 02/2008.

ROUSSEAU, Jean-Jacques. Do contrato social. Trad.: Lourdes Santos Machado. São Paulo: Abril Cultural, 1973.

SIMÕES, Henrique Campos. O achamento do Brasil: a carta de Pero Vaz de Caminha a El-Rei D. Manuel, em quadrinhos./ Henrique Campos Simões (textos, leitura e notas); Reinaldo Rocha Gonzaga (arte e ilustração). 2ª ed. – Ilhéus: Editus, 2000.

SIMÕES, Maria de Lourdes Netto. De Leitor a Turista na Ilhéus de Jorge Amado. In: Revista Brasileira de Literatura Comparada, nº 6, p. 177 - 183. Belo Horizonte: ABRALIC/ UFMG, 2002.




DOI: https://doi.org/10.19134/eutomia-v1i01p%25p

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

Qualis (CAPES): B1-LETRAS / LINGUÍSTICA; B1-EDUCAÇÃO; B1-FILOSOFIA/TEOLOGIA:subcomissão FILOSOFIA; B1-INTERDISCIPLINAR; B3-CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS; B3-HISTÓRIA; B3-PSICOLOGIA; B5-EDUCAÇÃO FÍSICA; B5-ODONTOLOGIA; B5-SERVIÇO SOCIAL; C-ARTES / MÚSICA

Diretórios:


Indexadores:

 

Directory of Open Access Journals


Associação de revistas acadêmicas latinoamericanas de humanidades e ciências sociais

Institucional