Bordados, molduras e poesia: a arte à dor da existência – Arthur Bispo do Rosario

Telma Borges

Resumo


Resumo: Artur Bispo do Rosario viveu quase cinqüenta anos internado e sanatórios. Nesse espaço de reclusão começou a produzir trabalhos, a catalogar objetos que, segundo ele, seriam apresentados a Deus no dia do Juízo Final. Na década de 80 é descoberto como artista, cujos trabalhos se comparam aos de profissionais como Marcel Duchamp e Armand. Sua produção ganhou o mundo quando exposta numa das Bienais de Veneza. Este trabalho tem por objetivo analisar em algumas produções do artista a noção de transbordamento, experiência em tudo contrária à vida desse sujeito que encontrou na arte uma forma de romper e contestar os espaços de reclusão.

Palavras-chave: Artur Bispo do Rosario, Reclusão, Transbordamento

 

Abstract: Artur Bispo do Rosario lived almost fifty years in a sanatorium. In this place he began to work and catalogue thinks that, accord to him, were presented to God at the Final Judge. In the 80s his talent as an artist was discovered. His works were exhibited in Veneza´s Biennial. This paper aims to analyze some Bispo’s works and to comprehend the notion of overflow, a kind of experience so different from his life, but a way that he found to be free.

Key words: Artur Bispo do Rosario, Seclusion, Overflow


Texto completo:

PDF

Referências


BARTHES, Roland. As pranchas da enciclopédia. In: Novos ensaios críticos. São Paulo: Cultrix, 1974.

BAUDRILLARD, Jean. O sistema dos objetos. Trad.: Zulmira Ribeiro Tavares. São Paulo: Perspectiva, 1989.

BENJAMIN, Walter. Rua de mão única – obras escolhidas II. Trad.: Rubens Rodrigues Torres Filho. São Paulo: Brasiliense, 1987.

BURROWES, Patrícia. O universo segundo Arthur Bispo do Rosario. Rio de Janeiro: FGV, 1998.

CALVINO, Italo. Seis propostas para o próximo milênio. Trad.: Ivo Barroso. São Paulo: Cia das Letras, 2000.

CHEVALLIER, Jean, GHEERBRANT, Alain. Dicionário de símbolos – Mitos, sonhos, costumes, gestos, formas, figuras, cores, números. Trad.: Vera da Costa e silva et al. 14. ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1999.

DELEUZE, Gilles, GUATTARI, Félix. Mil platôs – capitalismo e esquizofrenia. Trad.: Aurélio Guerra Neto et all. Rio de Janeiro: Editora 34, 1996. Vols. 1 e 3.

ECO, Umberto. Kant e o ornitorrinco. Trad.: Ana Theresa Vieira. Rio de Janeiro: Record, 1997.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir – História da violência nas prisões. Trad.: Raquel Ramalhete. 14. ed. Petrópolis: vozes, 1977.

HIDALGO, Luciana. Arthur Bispo do Rosario – o senhor do labirinto. Rio de Janeiro: Rocco, 1996.

MACIEL, Maria Esther. A memória das coisas – Ensaios de literatura, cinema e artes plásticas. Rio de Janeiro: Lamparina, 2004.




DOI: https://doi.org/10.19134/eutomia-v1i01p%25p

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

Qualis (CAPES): B1-LETRAS / LINGUÍSTICA; B1-EDUCAÇÃO; B1-FILOSOFIA/TEOLOGIA:subcomissão FILOSOFIA; B1-INTERDISCIPLINAR; B3-CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS; B3-HISTÓRIA; B3-PSICOLOGIA; B5-EDUCAÇÃO FÍSICA; B5-ODONTOLOGIA; B5-SERVIÇO SOCIAL; C-ARTES / MÚSICA

Diretórios:


Indexadores:

 

Directory of Open Access Journals


Associação de revistas acadêmicas latinoamericanas de humanidades e ciências sociais

Institucional