Análise Crítica do Discurso: Reflexões sobre Contexto em van Dijk e Fairclough

Cleber Pacheco Guimarães

Resumo


Resumo: A noção de contexto é fundamental aos trabalhos da Análise Crítica do Discurso. Por intermédio da revisão de críticas lançadas por Teun Van Dijk (2008a, 2006) ao aparato proposto por Norman Fairclough (2001, 2006), discuto como os dois estudiosos entendem tal noção. Examino igualmente se a divergência entre as visões (sobre contexto), decorrente da distinção conceitual, produz análises e estudos substancialmente diversos entre si.


Palavras-chave: Análise Crítica do Discurso, contexto, cognição.

 


Abstract: The notion of context is fundamental to Critical Discourse Analysis works. By reviewing criticism, from Teun Van Dijk (2008a, 2006), directed at Norman Fairclough’s theory (2001, 2006), I discuss how the two linguists understand such notion. I likewise inspect the divergence among these visions (of context), and I study whether this difference of opinions results in substantially different critical analysis works.


Keywords: Critical Discourse Analysis, context, cognition.


Texto completo:

PDF

Referências


CAMPOS, C. L. O. Estratégias de referenciação no discurso midiático – práticas ideológicas de inclusão e exclusão de dizeres no discurso sobre a guerra. Linguagem em (Dis)curso. Palhoça, SC. 2010. v. 10, n. 1, p. 43-67.

DEMO, P. Aprendizagens e novas tecnologias. Revista Brasileira de Docência, Ensino e Pesquisa em Educação Física. Agosto. 2009. ISSN 2175-8093 – Vol. 1, n. 1, p.53-75.

FAIRCLOUGH, N. Discurso e mudança social. Brasília: Editora Universidade de Brasília. 2001.

_________. Analysing discourse. Textual analysis for social research. London:

Routledge. 2006.

FOWLER, R et al. Language and control. London: Routledge & Keagan Paul. 1979.

_________. Sobre a linguistica crítica. Linguagem em (Dis)curso – LemD. Tubarão, 2004[1996]. v. 4, n.esp, p. 207-222.

HALLIDAY, M.A.K., & MATTHIESSEN, C.M.I.M. An introduction to functional grammar. (3rd. Edition). London: Arnold. 2004.

MARCUSCHI, L. A. Linguística de Texto. I Curso de Especialização em Leitura, Produção e Avaliação Textual (apostila). Recife. 2005.

MEURER, J. L. Ampliando a noção de contexto na lingüística sistêmico-funcional e na análise crítica do discurso. Linguagem em Discurso, número especial sobre análise crítica do discurso. 2004. v. 4, p. 133-157.

_________. Integrando estudos de gêneros textuais ao contexto da cultura. In: KARWOSKI, A.; GAYDECZKA, B.; BRITO, K. S. (Orgs.). Gêneros textuais: reflexões e ensino. 2ª Ed. Rio de Janeiro: Editora Lucerna. 2006. pp. 165-185.

MOTTA-ROTH, D. Escrevendo no contexto: contribuições da LSF para o ensino de redação acadêmica. In: 33rd International Systemic Functional Congress - LAEL/PUCSP., 2006, São Paulo, SP. Barbara, Leila and Tony Berber Sardinha (Eds.). 2006. Proceedings of the 33rd International Systemic Functional Congress (PUCSP, São Paulo, Brazil). Online publication available at http://www.pucsp.br/isfc. ISBN 85-283-0342-X. São Paulo: LAEL/PUCSP, 2006. v.01. p.828-860.

MOTTA-ROTH, D; HEBERLE, V. M. O conceito de "estrutura potencial do gênero" de Ruqayia Hasan. In: MEURER, J. L.; BONINI, A.; MOTTA-ROTH, D.. (Org.). Gêneros: teorias, métodos e debates. 2 ed. São Paulo, SP: Parábola. 2007.

ROSCH, E; LLOYD, B. B. (eds.) Cognition and Categorization. Hillsdale, New Jersey: Lawrence Erlbaum Associates. 1978.

RUMELHART, D. E. Schemata: the building blocks of cognition. In R.J. Spiro, B.C. Bruce, & W.F. Brewer (Eds.). Theoretical Issues in Reading Comprehension: Perspectives from Cognitive Psychology, Linguistics, Artificial Intelligence, and Education. Hillsdale, NJ: Erlbaum. 1980.

VAN DIJK, T. A. Discourse, context and cognition. Discourse studies 8. 2006. Disponível em: [www.discourses.org]. Acesso em: 10 jan. 2009.

_________. Discurso e poder. São Paulo: Contexto. 2008a.

_________. Context and language. Discourse and context: a socio-cognitive approach. Cambridge University Press. 2008b.

VIAN JR, O; LIMA-LOPES, R.E. A perspectiva teleológica de Martin para a análise dos gêneros textuais. In: MEURER, J. L.; BONINI, A.; MOTTA-ROTH, D.. (Org.). Gêneros: teorias, métodos e debates. 2 ed. São Paulo, SP: Parábola. 2007.

WODAK, R. Do que trata a ACD – um resumo de sua história, conceitos importantes e seus desenvolvimentos. Revista Linguagem em (Dis)curso. 2004. v.4, n. Especial, pp. 223-243.




DOI: https://doi.org/10.19134/eutomia-v1i09p%25p

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

Qualis (CAPES): B1-LETRAS / LINGUÍSTICA; B1-EDUCAÇÃO; B1-FILOSOFIA/TEOLOGIA:subcomissão FILOSOFIA; B1-INTERDISCIPLINAR; B3-CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS; B3-HISTÓRIA; B3-PSICOLOGIA; B5-EDUCAÇÃO FÍSICA; B5-ODONTOLOGIA; B5-SERVIÇO SOCIAL; C-ARTES / MÚSICA

Diretórios:


Indexadores:

 

Directory of Open Access Journals


Associação de revistas acadêmicas latinoamericanas de humanidades e ciências sociais

Institucional