Informação e memória: o projeto resgate e a administração do Brasil Colonial no século XVIII

Érika S. de Almeida Carlos Dias

Resumo


A informação e a memória contidas na documentação obtida pelo Projeto Resgate formam a base para a pesquisa histórica sobre as relações entre Brasil e Portugal. O trabalho realizado em algumas séries documentais preservadas no Arquivo Histórico Ultramarino, em Lisboa, instituição que possui a guarda de cerca de 200 mil documentos coloniais fora do Brasil, adquire uma grande relevância para os estudos em História Colonial. Em duas análises, são apresentadas, primeiro, as principais tipologias documentais encontradas nos documentos do Conselho Ultramarino, segundo, os registros da memória escrita por um agente da governação portuguesa diretamente responsável pela administração do Brasil e demais periferias do Império marítimo português, o que exemplifica a importância esses milhares de papéis tratados e postos em circulação pelo Resgate.

Palavras-chave


Informação e pesquisa histórica. Tipologias documentais. Brasil colonial.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista IRIS  -  Informação, Memória e Tecnologia (ISSN: 2318-4183) é publicada pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal de Pernambuco e está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Based on a work at www.periodicos.ufpe.brPermissions beyond the scope of this license may be available at https://periodicos.ufpe.br/revistas/IRIS/index.