Um Estudo Sobre a Reação do Mercado aos Fatores Internos e Externos que Influenciam a Perda por Impairment no Brasil

Mayke Douglas Xavier de Lima, Valdemir da Silva, Esdras Alexandre de Souza Filho, Márcia Ferreira Neves Tavares

Resumo


Este estudo tem por objetivo analisar se os fatores internos que provocam a perda por não recuperabilidade de ativos exercem uma maior influência negativa nos retornos das ações do que os fatores externos. Para isso, foram analisadas as demonstrações contábeis das companhias de capital aberto que divulgaram perdas por irrecuperabilidade de ativos entre os anos de 2010 a2015, totalizando como amostra 21 empresas e 40 observações. Para o tratamento e análise dos dados, foram utilizados dois modelos econométricos para capturar esta relação de causa e efeito, o primeiro buscou analisar os retornos negativos por meio de valores absolutos, utilizando o método dos mínimos quadrados ordinários, e o segundo, os valores absolutos dos retornos das ações foram substituídos por variáveis dicotômicas e calculado por meio de uma regressão logística. Os resultados mostraram que os fatores internos estão positivamente relacionados com os retornos das ações, se comportando de maneira oposta ao esperado na pesquisa. Já os fatores externos exercem uma influência negativa no mercado. A lucratividade da companhia reduz o impacto negativo que a redução ao valor recuperável pode causar. Diante disso, conclui-se que a reação positiva do mercado em relação à perda por impairment, causada por fatores internos, pode ser explicada pelo fato de o investidor associar a não recuperabilidade dos ativos às práticas de gerenciamento de resultados como big bath, com as quais os gestores reduzem os resultados no período para aparentar crescimento nos lucros posteriores, aumentando, assim, o valor de mercado, o que fazem os retornos das ações subirem.


Texto completo:

ARTIGO

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Organização:

Centro de Ciências Sociais Aplicadas

Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis - PPGCC/UFPE