O COMPORTAMENTO DOS INDICADORES ECONÔMICO-FINANCEIROS DE UMA EMPRESA BRASILEIRA QUE EMITE ADR’S ANTES E APÓS A ADOÇÃO DA LEI SARBANES-OXLEY

Jamille Barbosa Silva da Costa Jales, Ana Lenita Carlos Paiva Lucena

Resumo


Comumente abordada em assuntos sobre transparência e ética nas organizações mundiais, a Lei Sarbanes-Oxley é um marco na prevenção de fraudes nas práticas contábeis. Criada no ano de 2002 com o objetivo de proteger e recuperar a confiança dos investidores no mercado de capitais, após sucessivos escândalos de manipulações contábeis nas maiores companhias dos EUA. Nessa perspectiva, o presente estudo objetivou analisar o comportamento dos indicadores econômico-financeiros de uma empresa brasileira que emite ADR’s antes e após a adoção da Lei Sarbanes-Oxley. Para tanto, analisou-se uma empresa listada na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE) no período de 1997 a 2016 considerando anos antes e depois da vigência da referida lei. O estudo caracterizou-se por ser uma pesquisa descritiva e quantitativa, cujos procedimentos fundamentaram-se na pesquisa documental e ex-post-facto. Os dados foram coletados do software do Economática® e a técnica estatística utilizada para a análise dos dados foi a análise de variância de fator único, por meio da realização do Teste F e o procedimento Tukey-Kramer. A partir desses testes, observou-se entre os indicadores econômico-financeiros aqueles que apresentaram diferenças significativas nas suas médias, antes e após a aplicação da lei. Diante dos resultados obtidos com a pesquisa, pôde-se concluir que a Lei Sarbanes-Oxley influenciou significativamente o comportamento dos indicadores de estrutura de capital analisados (endividamento geral, composição do endividamento, imobilização do patrimônio líquido e estrutura de capital). Já os demais indicadores estudados, liquidez (liquidez geral, liquidez corrente e liquidez seca) e rentabilidade (retorno sobre o investimento, margem operacional, retorno sobre o patrimônio líquido e alavancagem financeira) apresentaram em seus índices comportamentos discretos, dos quais apenas dois índices de rentabilidade (retorno sobre o investimento e margem operacional) comportaram-se com médias diferentes, resultado proveniente da influência da lei na companhia.

Texto completo:

ARTIGO

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Organização:

Centro de Ciências Sociais Aplicadas

Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis - PPGCC/UFPE