A Influência da Composição das Despesas Públicas na Reeleição: Uma Análise das Eleições Municipais de Pernambuco de 2012

João Gabriel Nascimento de Araújo, Tiago de Moura Soeiro, Rodrigo Vicente dos Prazeres, Getúlio José Amorim do Amaral

Resumo


Este trabalho teve como objetivo analisar qual a influência da composição das despesas na reeleição dos municípios pernambucanos no ano de 2012. Para alcançar tal objetivo fez-se uso de uma regressão logística, usando como variáveis dependentes a reeleição do prefeito e do partido e como independentes as despesas por função. Com base nos achados, pode-se concluir que, no geral despesas mais altas com transporte e previdência social aumentam a chance de reeleição do prefeito e/ou do partido. Pode-se concluir também, que os eleitores tendem a associar alguns tipos de despesas como ligadas a figura do prefeito e outros a figura do partido (e consequentemente, aumentar suas chances de reeleição). Contudo, as poucas associações nos resultados e no R², podem ser explicadas por uma análise generalista e pouco detalhada. Neste ponto, este estudo contribui para mostrar que o R² melhora quando segregasse a análise para grupos menores com características similares – neste artigo utilizou-se as regiões climáticas – que destacam o que cada grupo considera relevante para eleger seus representantes. 


Texto completo:

ARTIGO

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Organização:

Centro de Ciências Sociais Aplicadas

Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis - PPGCC/UFPE