O EXERCÍCIO DO CONTROLE SOCIAL: Percepção e atuação de discentes de instituições do ensino médio com relação aos mecanismos de Controle Social

Kátia de Melo Arrais, Ronaldo José Rêgo de Araújo, Carla Janaina Ferreira Nobre

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo analisar a atuação de discentes de instituições do Ensino Médio com relação aos mecanismos de controle social. A decisão pela escolha do público alvo deu-se por entender que tais estudantes estão na iminência de entrar no nível superior, ingressar no mercado de trabalho e prestes a exercer o direito de escolher seu representante por meio do voto. E para que tal objetivo fosse alcançado, fez-se necessário a aplicação de questionário, de forma presencial, aos estudantes. A amostra resultou em 292 respostas válidas de alunos de instituições do ensino médio, entre elas, uma escola estadual, outra particular e um instituto federal. Desse modo, os principais resultados indicaram que os discentes têm pouco conhecimento sobre transparência pública e Controle Social. A maioria não tem a participação ativa no Controle Social, não fiscalizam a administração pública e mesmo estando sempre conectados a Internet, nunca acessaram um portal da transparência por não ter ouvido falar, demonstrando que temos muito o que avançar no exercício do controle social.


Texto completo:

ARTIGO

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Organização:

Centro de Ciências Sociais Aplicadas

Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis - PPGCC/UFPE