A Percepção dos Formandos ou Formados em Ciências Contábeis que Realizaram o Exame de Suficiência do CFC entre 2011 a 2018: Um Estudo na Região Metropolitana do Recife

Pedro Ivo Andrade, Miguel Lopes de Oliveira Filho

Resumo


O objetivo deste estudo consiste em propor uma reflexão sobre o Exame de Suficiência aplicado pelo CFC a partir da percepção de egressos de cursos de Instituições de Ensino Superior da Região Metropolitana do Recife. Por ser uma área que contém diversas IES – e também por questões de delimitações – o estudo deu foco aos egressos e seus conhecimentos acerca do Exame. A partir de uma abordagem qualitativa, a pesquisa desenvolveu-se sob o caráter exploratório-descritivo, com a utilização da análise de conteúdo. Para atingir o objetivo proposto, foi aplicado um questionário com o auxílio da ferramenta Google Forms, que teve a finalidade de caracterizar os respondentes e identificar o grau de dificuldade encontrado por estes ao realizar o Exame de Suficiência, bem como suas percepções de forma global referente ao Exame. Totalizando uma amostra com 54 respondentes, os resultados obtidos indicaram que apesar da maioria dos egressos se sentirem preparados para realizar o Exame mediante o que foi lecionado (77,8%) e que o conteúdo programático ofertado pelo MEC converge com o conteúdo do CFC, não seria suficiente somente um exame classificatório para o exercício da profissão contábil (59,3%) e também que foram encontrados graus de dificuldades elevados para a realização do exame em algumas disciplinas como Contabilidade de Custos e Contabilidade aplicada ao Setor Público.


Texto completo:

ARTIGO

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Organização:

Centro de Ciências Sociais Aplicadas

Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis - PPGCC/UFPE