A Probabilidade de Negociações Informadas vs Disclosures de Negociações dos Insiders: Análise do caso da JBSS3

Glauco Graco Nóbrega Pordeus, Luiz Felipe de Araújo Pontes Girão, Filipe Coelho de Lima Duarte

Resumo


Este trabalho tem como seu objetivo principal identificar operações de compra ou venda no ativo JBSS3 e introduzir uma metodologia de análise de operações com base na proxy de informação assimétrica captada pela PIN, adaptada por Lin e Ke (2011) e a ferramenta de Machine Learning desenvolvida por Chen e Guestrin (2016), XGboost, em seguida são comparadas tais operações com um modelo de negociação tendo como base as negociações feita pelos insiders e divulgadas ao mercado por meio do relatório referente ao Art. 11 da ICVM 358. Para realizar tal comparação foram propostas três hipóteses: H1, É possível obter retorno acima do mercado por meio de operações efetuadas com base nas informações obtidas no relatório referente ao Art. 11 da ICVM 358; H2, É possível obter retorno acima do mercado por meio de operações efetuadas com base na PIN e seus parâmetros; H3, É possível obter melhores rendimentos quando operando por meio da probabilidade de negociação informada do que por meio das informações presentes no relatório da ICVM 358. Os resultados encontrados para o ativo JBSS3, para o período de janeiro de 2016 até dezembro de 2018, apontam que a H1 foi rejeitada, a H2 foi parcialmente rejeitada e a H3, que buscou verificar e comparar as operações por meio do modelo da PIN com as informações da ICVM 358, não foi rejeitada. Assim, este estudo buscou aplicar conhecimentos computacionais ao mercado financeiro, como meio de promoção e aprimoramento da eficiência de mercado, neste caso, em específico ao ativo JBSS3.

Texto completo:

ARTIGO

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Organização:

Centro de Ciências Sociais Aplicadas

Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis - PPGCC/UFPE