Patrimônio Líquido: Uma Análise Bibliométrica de Artigo Publicados em Periódicos Contábeis Brasileiros.

João Pedro Cabral Farache, Antonio Giuvan de Andrade Rocha Júnior, Osmar Junior Pereira Dos Santos, CARLOS ADRIANO SANTOS GOMES GORDIANO

Resumo


Para além da definição normativa de patrimônio líquido (PL) como um conceito residual, existe um caráter de financiamento, advindo de sócios, acionistas e investidores, que aplicam o seu capital como expectativa de rentabilidade futura, bem como uma importante questão relacionada à manutenção de capital, que indicam ser esse grupo patrimonial, mais complexo do que sua definição parece indicar. Assim, tais discussões têm se revelado em estudos que centram seus esforços no debate sobre o PL, destarte, essa pesquisa objetiva analisar as características da produção acadêmica de contabilidade relativa à temática do patrimônio líquido, publicada em periódicos de contabilidade brasileiros listados pela Associação Nacional de Pós-graduação em Ciências Contábeis (ANPCONT). A metodologia baseou-se numa pesquisa documental, com enfoque bibliométrico nas leis de Lotka e Bradford, junto a 187 artigos publicados entre os anos de 1999 e 2020. Os resultados apontam inexistência concentração de autorias nos 187 artigos pesquisados distribuídos entre 415 autores, diferente do que fora verificado nos veículos de comunicação (periódicos) em que 7 dos 24 analisados, concentraram mais da metade dos artigos. Observa-se um aumento das publicações no período 2010-2020 em comparação com 1999-2009, bem como um crescimento na participação feminina nas autorias, sobretudo a partir de 2016. A análise das referências indicou predominância de autores nacionais (53,64%), com maior concentração ao se considerar apenas os mais referenciados (70%) e destaque para os professores Sérgio de Iudícibus e Eliseu Martins como aqueles mais referenciados.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Organização:

Centro de Ciências Sociais Aplicadas

Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis - PPGCC/UFPE