A Influência das Práticas Contabilísticas no Medidor de Controlo dos Prazos de Pagamento dos Governos Locais Portugueses (2011 a 2017)

Paula Gomes dos Santos, Carla Martinho

Resumo


Sendo a Contabilidade fonte de legitimação das entidades públicas, é importante perceber se as práticas contabilísticas adotadas influenciam a medida de avaliação da política pública que visa reduzir os prazos de pagamento e se são determinadas por questões de obtenção de recursos e por pressões institucionais.

A presente investigação propõe-se estudar se o medidor utilizado em Portugal para avaliar as práticas de pagamento dos governos locais permite a obtenção de informação fiável, procurando perceber as práticas contabilísticas seguidas. O artigo é baseado no estudo dos 308 governos locais portugueses, de 2011 a 2017. Toda a informação financeira, orçamental e relativa aos prazos de pagamento foi obtida da Direção-Geral das Autarquias Locais. É utilizada uma metodologia quantitativa, nomeadamente a análise de correlação de Pearson e respetivos testes de significância.

No período em análise, os governos locais que reportam prazos de pagamentos em cumprimento da legislação europeia e nacional, têm compromissos por pagar que não estão refletidos nas dívidas consideradas para efeitos de cálculo do medidor e cuja relevância no total dos compromissos assumidos não é traduzida nos prazos reportados. É, assim, possível concluir que as práticas contabilísticas adotadas por alguns governos locais influenciam o medidor de controlo do sucesso da política pública, não contribuindo para o conhecimento dos seus resultados efetivos. Conclui-se, ainda, que a escolha das práticas contabilísticas parecem estar a ser determinadas pelos problemas associados à obtenção de recursos e às pressões de isomorfismo.

A originalidade do estudo resulta de avaliar este medidor de controlo através do cruzamento entre a informação Financeira e Orçamental.

A investigação contribui para o conhecimento das limitações do medidor de controlo dos prazos de pagamento dos governos locais e para o estudo da influência dos problemas associados à obtenção de recursos e às pressões de isomorfismo na escolha das práticas contabilísticas do sector público.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Organização:

Centro de Ciências Sociais Aplicadas

Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis - PPGCC/UFPE