"La maree de Salinite Dans le Capibaribe" Recife-Bresil

François OTTMANN, Jeanne-Marie OTTMANN

Resumo


Esse estudo mostra a penetração da salinidade na embocadura do Capibaribe, a estratificação das águas e o deslocamento das curvas isohalinas. Por outro lado, o estudo químico mostra um constante paralelismo entre as variações de pH e do oxigênio dissolvido. As mesmas não estão, todavia, ligadas às variações de salinidade, mas à influência da insolação, que favorece o desenvolvimento de microorganismos, cujo papel fundamental é a assimilação clorofiliana das algas verdes microscópicas, inumeráveis em nossas águas quentes.

O estudo da turbidez mostra o extraordinário desenvolvimento das diatomáceas (com simbiose de algas verdes), a existência de uma grande quantidade de argilas geralmente em agregados e a extrema pobreza da microfauna.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5914/tropocean.v1i1.2457

Apontamentos

  • Não há apontamentos.