Caracterização Parcial da Atividade Proteolítica Alcalina no Hepatopâncreas do Guaiamum (Cardisoma guanhumi).

Ranilson de S BEZERRA, Rodrigo B. de ALENCAR, Suelane Renata de A SILVA, José Roberto B. SOUZA

Resumo


Foram investigados o efeito do pH, temperatura, inibidores e substratos sobre a atividade proteolítica no extrato bruto do hepatopâncreas do guaiamum (Cardisoma guanhumi), um decápode semi-terrestre de importância econômica no Brasil. O pH ótimo foi entre 7,0 e 9,5. A temperatura ótima foi de 55o C. Esta atividade proteolítica permaneceu inalterada após 30 min de incubação nesta temperatura. O emprego de substratos e inibidores clássicos de protease apresentaram fortes evidências que serino-protease, cisteíno-protease, metalo-protease, estão presentes no extrato bruto em estudo. Estes dados podem colaborar para o entendimento da digestão protéica, fato que contribuirá para a otimização do cultivo racional desta espécie. Palavras chaves: protease, caranguejo, Crustacea, guaiamum, Cardisoma

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5914/tropocean.v30i1.3870

Apontamentos

  • Não há apontamentos.