Análise de Agrupamento da Ictiofauna Recifal do Brasil com Base em Dados Secundários: Uma Avaliação Crítica.

Maria Elisabeth de ARAÚJO, Caroline Vieira FEITOSA

Resumo


A literatura que trata da diversidade é bastante numerosa e disponibiliza informações fundamentais que podem ser utilizadas como banco de dados para pesquisas com outros enfoques científicos. O presente trabalho reúne 185 espécies de peixes recifais brasileiros retiradas de listas contidas em 16 publicações e propõe uma análise de agrupamento, fornecido através do coeficiente de Jaccard. Os resultados destacam dois grupos principais formados pelas ilhas oceânicas e outro pelas localidades da costa. Com base na interpretação deste agrupamento, as autoras discutem as questões conceituais sobre os estudos zoogeográficos e as metodologias utilizadas para os levantamentos ictiofaunísticos. Palavras-chave: Diversidade, zoogeografia, análise de agrupamento, peixes recifais, Brasil.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5914/tropocean.v31i2.5025

Apontamentos

  • Não há apontamentos.