Altos índices de imposex em Stramonita rustica (Mollusca:Gastropoda) em áreas portuárias dos Estados de Alagoas e Sergipe, Brasil

Ítalo Braga de CASTRO, Anna Rafaela Cavalcante BRAGA, Cristina de Almeida ROCHA-BARREIRA

Resumo


O imposex é um excelente marcador da contaminação marinha por compostos orgânicos de estanho (COEs). Esse fenômeno consiste no surgimento de caracteres sexuais masculinos mensuráveis, em fêmeas de neogastrópodes. Um total de 17 estações de coleta foram escolhidas nas proximidades do terminal portuário de Jaraguá no Estado de Alagoas e no interior do estuário do Rio Sergipe, no Estado de Sergipe. Em ambas as áreas observa-se um intenso tráfego de embarcações. Em cada uma dessas estações foram coletados um total de 30 exemplares adultos de Stramonita rustica. Esses animais foram conduzidos ao laboratório e analisados quanto à presença do imposex revelando índices altamente elevados. A presença de imposex nessas amostras sugere fortemente que as referidas áreas estão contaminadas por COEs visto que o imposex só ocorre em animais expostos a esse tipo de contaminação. Palavras-Chave: Imposex, Stramonita rustica, Terminal portuário, Compostos organoestânicos

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5914/tropocean.v33i2.5056

Apontamentos

  • Não há apontamentos.