Estrutura da comunidade fitoplanctônica na baía de Tamandaré (Pernambuco, nordeste do Brasil)

Michele ROSEVEL DA SILVA, Maria da Glória Gonçalves da SILVA-CUNHA, Fernando Antônio do Nascimento Feitosa, Kátia Muniz

Resumo


A comunidade fitoplanctônica na fração do microfitoplâncton foi estudada na Baía de Tamandaré, localizado a 110km ao sul de Recife (Pernambuco, Brasil) durante o período de fevereiro/98 a janeiro/99 em dois ciclos de marés. O presente estudo objetiva analisar a estrutura da flora e determinar a variação espacial e temporal. As amostras foram obtidas através de arrastos superficiais horizontais com rede de plâncton com malha de 64µm. Foram aferidos in situ dados sobre as variáveis abióticas: profundidade local, temperatura e transparência da água e, concomitantemente, coletadas amostras de água com garrafa do tipo Nansen para análise dos demais descritores. Foram inventariados 101 táxons, distribuídos entre as diatomáceas, cianofíceas, dinoflagelados, clorofíceas e euglenofíceas, seqüenciados em ordem de riqueza taxonômica e abundância, destacando-se as espécies Aulacodiscus kittoni Arnott, Cerataulus turgidus Ehrenberg, Chaetoceros lorenzianus Grunow, Coscinodiscus centralis Ehrenberg, Oscillatoria erytraeum Ehrenberg e Synechococcus elongatus (Nägeli) Nägeli. No período de estiagem, constatou-se maior número de espécies e densidade fitoplanctônica. Em relação aos parâmetros abióticos, a temperatura e salinidade da água, fosfato e silicato tiveram seus maiores valores no período de estiagem. O pH, oxigênio dissolvido, saturação e DBO não mostraram grandes variações sazonais, enquanto os teores mais elevados de nitrito, nitrato e material em suspensão foram registrados no período chuvoso, caracterizando o ecossistema costeiro estudado como livre de estresse ambiental, demonstrando alto grau de complexidade. Palavras chaves: comunidade fitoplanctônica, estrutura, sucessão, Baía de Tamandaré

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5914/tropocean.v33i2.5060

Apontamentos

  • Não há apontamentos.