Uma abordagem sócio-econômica e sócio-ambiental dos pescadores artesanais e outros usuários ribeirinhos do estuário do rio Paraíba do Norte, Estado da Paraíba, Brasil

Rosalve Lucas MARCELINO, Roberto SASSI, Tarcísio Alves CORDEIRO, Cristiane Francisca COSTA

Resumo


Diversos aspectos sócio-econômicos e sócio-ambientais dos pescadores artesanais e outros ribeirinhos do estuário do rio Paraíba do Norte, Paraíba, Brasil, foram caracterizados durante o ano de 1998 através de informações fornecidas por 98 pessoas que residem e trabalham na área. Diferenças foram observadas entre os moradores das duas margens do estuário quanto ao tempo de residência, instrução, renda familiar média, usos dos recursos pesqueiros, etc. As populações da margem esquerda possuem vínculo mais tradicional com o estuário e estão representadas principalmente por pescadores artesanais. Entre eles é unânime a percepção de que a pesca encontra-se em retração. Palavras chaves: Estuários, comunidades tradicionais, diagnóstico sócio-econômico.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5914/tropocean.v33i2.5061

Apontamentos

  • Não há apontamentos.