Caracterização de parâmetros físicos, químicos e biológico em ambiente hipersalino, estuário do rio Pisa Sal (Galinhos, Rio Grande do Norte, Brasil)

Marilene Felipe SANTIAGO, José Zanon de Oliveira PASSAVANTE, Maria da Glória SILVA-CUNHA

Resumo


O estuário do rio Pisa Sal, localizado no ecocomplexo de Galinhos-Guamaré, é utilizado pela Fazenda Camarus como fonte de abastecimento e drenagem de seus viveiros. A presente pesquisa baseou-se em avaliar a biomassa fitoplanctônica e parâmetros físico-químicos como indicadora da qualidade ambiental, para definir a influência de tais atividades no meio ambiente. As amostragens foram feitas em três estações fixas do referido estuário, nos períodos de estiagem (setembro, novembro/02, janeiro, maio e julho/03) e chuvoso (março/03), durante as baixa-mares e preamares diurnas de um mesmo dia, nas marés de sizígia. Para isto, foram analisados parâmetros climatológicos (temperatura, umidade relativa do ar, precipitação, insolação, evaporação, velocidade e direção do vento), hidrológicos (maré, profundidade, transparência da água, salinidade, pH e oxigênio dissolvido) e biológico (clorofila a). Além, do coeficiente de extinção da luz, saturação do oxigênio dissolvido e Análise dos Componentes Principais (ACP). Os resultados analisados demonstrou que o estuário do rio Pisa Sal é hipersalino, com forte influência marinha, e apesar do elevado valor do oxigênio dissolvido, o meio ambiente é eutrófico. Palavras-chave: Estuário do Rio Pisa Sal, hipersalino, clorofila a, eutrófico.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5914/tropocean.v33i1.5069

Apontamentos

  • Não há apontamentos.