Bacteria in water and sediments of Guaratuba Bay, Paraná, Brazil.

Hedda Elisabeth KOLM, Patricia Ribeiro Nunes de Melo dos SANTOS, Klaus Dieter SAUTTER

Resumo


Estudou-se, na Baía de Guaratuba, a variabilidade temporal e espacial do bacterioplâncton em relação à variação da maré, e a variação espacial do bactériobentos. Foram analisadas a variabilidade de bactérias heterotróficas totais, biomassa bacteriana, bactérias heterotróficas cultiváveis halófilas e halófobas, coliformes totais e Escherichia coli. Os parâmetros bióticos foram correlacionados com a salinidade, temperatura, pH, seston, transparência da água, oxigênio dissolvido, granulometria e clorofila. Os resultados mostraram que na água, nos dois períodos de maré, os valores de salinidade, pH e oxigênio dissolvido foram mais elevados nas estações externas da baía. Os demais parâmetros foram mais elevados nas regiões abrigadas e nas estações internas. No sedimento observou-se uma correlação positiva entre as heterotróficas totais, a biomassa bacteriana, as halófobas, a matéria orgânica e o carbonato de cálcio nas estações internas. Nas estações localizadas na entrada da baía puderam ser observados valores elevados de silte, argila e bactérias halófilas. Na parte mais interna da baia foram registrados valores extremamente altos de areia e E. coli. Os resultados mostraram que na água, apesar da inversão da maré, e no sedimento, os valores mais elevados de bactérias foram encontrados nas estações internas ou abrigadas da baía. Palavras chave: bactérias; água; sedimento; Baía de Guaratuba; coliformes.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5914/tropocean.v35i1-2.5082

Apontamentos

  • Não há apontamentos.