Simulating the dynamics of the Humboldt Current system off Peru with a nonlinear terrain-following coordinate model

Moacyr ARAUJO, Ralf SCHWAMBORN, Marcus A SILVA

Resumo


As estruturas térmicas superficial e vertical, e a circulação oceânica do sudeste do Pacífico tropical (4o S-26o S / 70o W-91o W) são aqui analisadas. Trata-se da região onde parte da Sub-Corrente do Peru-Chile se desenvolve, influenciando sobre a distribuição dos componentes bióticos e abióticos ao longo da costa do Peru, e contribuindo para a variabilidade climática sobre o continente Sul Americano. O sistema de modelagem oceânica regional (ROMS) é então utilizado para simular o ciclo sazonal da circulação oceânica com o emprego de uma malha horizontal anisotrópica (1/2o -1/6o ) e 20 camadas verticais ajustadas à topografia variável. Através desta resolução foi possível ilustrar a complexidade dos fenômenos de meso-escala que ocorrem na região. A estrutura térmica superficial simulada correspondeu às observações de satélite, e confirmaram a presença de águas oceânicas mais quentes (e mais salinas) adjacentes à costa do Peru em Janeiro, em comparação ao mês de Julho, quando águas mais frias (e menos salinas) são observadas. Os resultados numéricos também reproduziram satisfatoriamente a evolução espaço-temporal das correntes de fronteira leste, bem como os mecanismos de ressurgências nas regiões costeiras de Paita e Callao. Futuros esforços de modelagem matemática desta região serão direcionados à aplicação de malhas de alta resolução acopladas (1/12o , 1/16o ), com a consideração de rotinas biogeoquímicas e ecológicas acopladas aos processos físicos. Palavras-Chave: Pacífico tropical Leste, Temperatura de superfície, Dados de satélite, Ressurgência costeira, ROMS.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5914/tropocean.v34i2.5149

Apontamentos

  • Não há apontamentos.