Barnacles (Cirripedia Balanomorpha) of the estuarine region of Recife, Pernambuco, Brazil.

Cristiane Maria R FARRAPEIRA

Resumo


As regiões estuarinas das grandes cidades litorâneas estão sujeitas a fortes agressões ambientais, especialmente de fontes poluidoras provenientes de esgotos domésticos, hospitalares e industriais. A fauna presente geralmente é muito resistente a estes fatores antrópicos e, particularmente entre os cirrípedes, existem muitas espécies utilizadas como indicadoras de poluição. O objetivo deste trabalho foi listar as espécies de cirrípedes que ocorrem nos rios Capibaribe, Pina, Jiquiá, Tejipió e Jordão, bem como aqueles presentes nas bacias do Pina e portuária da cidade do Recife, Pernambuco. Os cirrípedes foram coletados no período de janeiro de 2005 a outubro de 2006, por meio de espátula e martelo, em todos os substratos consolidados disponíveis. Foram identificadas as seguintes espécies: Euraphia rhizophorae, Chthamalus bisinuatus, C. proteus, Tetraclita stalactifera, Amphibalanus amphitrite, A. eburneus, A. improvisus e A. venustus. Com exceção de C. bisinuatus e T. stalactifera, que são típicas de ambientes marinhos, todas as espécies são encontradas caracteristicamente em estuários tropicais, sendo reconhecidamente resistentes a baixas salinidades e citadas como tolerantes a diversas fontes de poluição. Palavras Chaves: Cirrípedes, estuário, ecologia, inventário.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5914/tropocean.v34i2.5151

Apontamentos

  • Não há apontamentos.