Colonização de organismos incrustantes sésseis e perfurantes em substrato artificial na região estuarina da Lagoa dos Patos, sob a influência do fenômeno El Niño

Carla Luciana Teixeira dos SANTOS, Carlos Emílio BEMVENUTI

Resumo


Foi analisada de julho de 2009 a junho de 2010 a ocorrência e densidade mensal e sazonal dos organismos incrustantes sésseis e perfurantes no estuário da Lagoa dos Patos, utilizando-se como substrato painéis de madeira de pino. O período experimental foi marcado pela ocorrência do fenômeno El Niño (ENSO), tendo a primavera e o verão apresentado valores de salinidade abaixo das médias regionais, o que refletiu em densidades muito baixas do cirripédio Balanus improvisus, no aparecimento do bivalvo de água doce Limnoperna fortunei, e na ausência de organismos perfurantes. Nestas situações de El Niño os padrões de assentamento e a composição dessas comunidades foram diferentes das observadas em situações de não ocorrência do fenômeno. Palavras-chave: sazonal, incrustantes, perfurantes, salinidade, El Niño

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5914/tropocean.v40i1.5192

Apontamentos

  • Não há apontamentos.