As assembléias de peixes dos estuários de Conceição da Barra e Barra Nova, Espírito Santo.

M. HOSTIM-SILVA, A. C. LIMA, J. DAMASCENO, T. SCIARRETTA, J. V. SILVA, R. L. BOT NETO, B. M. CARVALHO, H. L. SPACH

Resumo


Coletas mensais foram realizadas em quatro pontos amostrais de cada um dos estuários de Conceição da Barra e Barra Nova, utilizando-se para tal uma rede de arrasto de fundo com portas. Um total de 6243 indivíduos foi coletado pertencente a 55 taxa (28 famílias). Nos dois estuários as espécies mais abundantes foram Stellifer sp. e Diapterus rhombeus. Em ambos os estuários foram detectadas diferenças temporais na composição da ictiofauna, o mesmo tendo sido observado entre os pontos de coleta do estuário de Conceição da Barra. Palavras chave: ictiofauna, variação espacial, variação temporal, Brasil.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5914/tropocean.v41i1-2.5718

Apontamentos

  • Não há apontamentos.