Condições ambientais do estuário do rio Timbó (Pernambuco-Brasil): biomassa fitoplanctônica e algumas variáveis ambientais

Fernando Antônio do Nascimento FEITOSA, Manuel de Jesus Flores MONTES, Danielle Caroline da Mota MELO, Jana Ribeiro de SANTANA, Laisa Madureira da SILVA, Simone Jorge FILHO

Resumo


O ambiente estuarino é altamente complexo e produtivo, além de ser um dos principais meios de subsistência para populações costeiras e ribeirinhas. Apesar de sua relevância ecológica, econômica e social, esse ecossistema vem sofrendo forte exploração antrópica, principalmente através da urbanização e do descarte de efluentes. Diante dessa situação, o presente estudo procurou avaliar a evolução das condições ambientais do estuário do rio Timbó, através da análise da clorofila a e das variáveis físico-químicas, comparando os resultados com trabalhos pretéritos. As coletas foram realizadas em quatro pontos fixos pré- estabelecidos, nos meses de setembro e novembro de 2013, representando os períodos chuvoso e estiagem respectivamente, na baixa-mar e preamar, durante a maré de sizígia. A pluviosidade e a maré influenciaram na maioria das variáveis analisadas. A temperatura variou de 26.5°C a 29°C, a salinidade entre 22 e 37 não sendo evidenciado estratificação na coluna d’água, a transparência oscilou de 0,5m a 2,91m, o material particulado em suspensão foi de 6,4 a 17,0 mg.L-1 , a concentração do oxigênio dissolvido variou de 1,0 a 8,09 e sua taxa de 41,6% a 170,3%. O teor de clorofila a variou de 2,16 a 37,99mg.m-3 . As análises de clorofila a fracionada evidenciaram uma maior contribuição da fração menor que 20µm do fitoplâncton, onde a contribuição mínima foi de 57,07% e a máxima de 100%. A clorofila a correlacionou-se positivamente com o oxigênio dissolvido e sua taxa de saturação e temperatura. As variáveis aqui analisadas indicaram que o ambiente encontra-se em processo de eutrofização como consequência do aumento da ação antrópica. Palavras-chaves: Clorofila a; variáveis hidrológicas; qualidade ambiental

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5914/tropocean.v42i2.5811

Apontamentos

  • Não há apontamentos.