Checklist e abundância dos Cnidários nos ambientes recifais de Maragogi, Alagoas

Felipe Rafael Brasiliano CAVALCANTE, Sawana Caroline Aquino BORGES, Erika Flávia Crispim e SANTANA, Fernanda Duarte AMARAL

Resumo


O objetivo do trabalho foi o levantamento dos cnidários presentes nos recifes de Maragogi (Alagoas), além da análise do percentual de cobertura dos organismos bentônicos, para coleta de informações faunísticas básicas para o manejo e a conservação desses ecossistemas. O estudo foi realizado no período de dezembro de 2012 a julho de 2013, através de mergulhos livres, com a identificação e quantificação da porcentagem de cobertura dos organismos bentônicos, além do censo visual, utilizando o protocolo AGRRA Band e Line nos recifes das Taócas e Galés. Os resultados evidenciaram através do percentual de cobertura, a predominância algal semelhante a outros locais do Nordeste do Brasil. Além disso, foram identificados dezessete táxons entre corais, octocorais. zoantídeos e hidróides calcários, sendo sete novos registros de ocorrência para os recifes de Maragogi. A predominância entre os cnidários foi de Millepora alcicornis, com cerca de 30% de cobertura em cada recife. Foram observados danos físicos e alterações nas colônias do referido organismo, causados por embarcações utilizadas no turismo e na pesca de subsistência. Palavras-chave: Levantamento taxonômico, cnidários, conservação, ecossistema recifal, manejo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5914/tropocean.v42i2.5814

Apontamentos

  • Não há apontamentos.