Variação temporal nos recifes de corais de Maragogi, APA Costa dos Corais (2010 – 2013)

Camila BRASIL Louro da SILVEIRA, Beatrice Padovani FERREIRA, Mariana S. COXEY

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo principal a comparação da estrutura da comunidade bentônica e cobertura coralínea entre 2010 (ano de potencial branqueamento) e 2013 nos recifes de corais de Maragogi. A pesquisa de campo foi realizada nas cristas recifais por duas metodologias do Protocolo Reef Check, que foram: point intercept transect (PIT) e foto quadrats (FOT). As anomalias de temperatura superficial no mar na área não foram suficientes para causar branqueamento nos corais dos sítios estudados em 2010. Ambos os métodos revelaram que a cobertura total de corais se manteve estável nos três anos de pesquisa. Os métodos revelaram resultados diferentes a nível de cobertura específica de corais e de cobertura de categorias indicadoras, que pôde ser em parte atribuído a dificuldade de amostragem do hidrocoral Millepora alcicornis. Ademais, comprovou-se a necessidade de correções e adaptações nos métodos atualmente utilizados, dado a variação estrutural dos recifes da área. Apenas desta forma, será possível a detecção de alterações de pequena e média escala nos recifes de corais de Maragogi, estratégia muito importante para o manejo sustentável da área. Palavras chave: recife de coral, APA Costa dos Corais, branqueamento, cobertura de corais, metodologia de campo

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5914/tropocean.v42i2.5816

Apontamentos

  • Não há apontamentos.