A variabilidade da biomassa planctônica sob influência da sazonalidade e da dragagem do porto de Aratú, Baía de Todos os Santos, Brasil

João Barroso FORTE NETO, Magda BERETTA, Aline Nogueira FERREIRA, Christiane Sampaio de de SOUZA, Paulo de Oliveira MAFALDA JÚNIOR

Resumo


O objetivo deste estudo é avaliar o impacto da atividade de dragagem de aprofundamento do Porto de Aratu, na Baía de Todos os Santos, sobre a biomassa de plâncton. As amostras foram coletadas antes, durante e depois da dragagem, em 6 estações de amostragem, durante as marés enchente e vazante, somente no período seco.O plâncton foi coletado utilizando redes de malha 50μm (microfitoplâncton), 200μm (mesozooplâncton) e 500μm (ictioplâncton), através de arrastos horizontais de subsuperfície. As variáveis oceanográficas (temperatura e salinidade), qualidade da água (oxigênio dissolvido e turbidez) e nutrientes (amôniaefósforo total) foram obtidas simultaneamente. Durante o período de dragagem foram registrados os maiores valores de densidade demicrofitoplâncton,densidade de mesozooplâncton e peso orgânico de mesozooplâncton, além dos menores valores de ovos e larvas de peixes, que foram restabelecidos após a dragagem. A análise de ordenação multivariada mostrou uma nítida separação entre os períodos de amostragem, demonstrando variabilidade temporal nabiomassa de plâncton no porto de Aratu, em resposta a sazonalidade das características oceanográficas da massa de água e mudanças na qualidade de água, possivelmente associada com as atividades de dragagem. Palavras-chave: variáveis oceanográficas, qualidade da água, nutrientes, plâncton

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5914/tropocean.v42i2.5818

Apontamentos

  • Não há apontamentos.