BIOMASSA PLANCTÔNICA, HIDROGRAFIA E PLUVIOSIDADE NA COSTA NORTE DA BAHIA, BRASIL

Paulo de Oliveira MAFALDA Jr., Chossi SINQUE, Ronan Rebouças Caires de BRITO, Juarez Jorge SANTOS

Resumo


O objetivo deste trabalho foi analisar o padrão de distribuição espacial e temporal da biomassa planctônica, descrever a estrutura hidrográfica da massa d’água e analisar a relação entre os níveis de biomassa planctônica e a pluviosidade na costa norte da Bahia, Brasil. As amostras foram coletadas entre maio/1993 e março/1994, em 12 estações de amostragem, durante 4 meses. O fitoplâncton (clorofila a) e o zooplâncton (biovolume do microplâncton) foram coletados através de garrafa de van Dorn e de rede cônica, com malhas de 120µm de abertura, respectivamente. No estudo hidrográfico as seguintes variáveis foram avaliadas: temperatura, salinidade, pH, saturação de oxigênio, turbidez e amônia. As massas de água presentes no norte da Bahia foram caracterizadas como Água Costeira e Água Oceânica. Os resultados demonstraram que existem diferenças significativas, sazonais e espaciais, principalmente nas variáveis hidroquímicas e secundariamente nos níveis de biomassa planctônica. A análise multivariada revelou dois agrupamentos entre as estações de amostragem; o grupo 1, formado pelas estações sob influência do período seco (setembro e dezembro de 1993) e o grupo 2, formado pelas estações sob influência do período chuvoso (maio/1993 e março/1994).

Palavras Chaves: biomassa fitoplanctônica, clorofila; zooplâncton; biovolume; massa d´água.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5914/tropocean.v32i2.8023

Apontamentos

  • Não há apontamentos.