Biologia populacional e ecologia trófica de Cardisoma guanhumi Latreille, 1825 em um manguezal de acesso restrito em Itamaracá, Pernambuco, Brasil

Denise Fabiana de Moraes COSTA, Ralf SCHWAMBORN

Resumo


Com o objetivo de obter dados dos aspectos populacionais de Cardisoma guanhumi Latreille, 1825, uma espécie de importância socioeconômica no nordeste brasileiro, e classificada pelo Ministério do Meio Ambiente como Criticamente em Perigo, foram realizadas no manguezal do CMA/ICMBio/CEPENE na ilha de Itamara-cá, Pernambuco, Brasil, coletas entre abril de 2015 a março de 2016. Foram medidos e pesados 1078 indivíduos (572 machos e 506 fêmeas). A largura da carapaça e peso variaram entre 20,9 e 70,0 mm e entre 4 e 162 g respectiva-mente. Não houve diferenças significati-vas, em tamanho e peso médio, entre os sexos. Distribuições das frequên-cias de comprimento foram multimodais, sem progressão modal clara. A proporção sexual foi ligeiramente predominante para machos (χ² = 3,93; p= 0,047). Cinco padrões de cores foram observados. O recurso alimentar dos indivíduos de C. guanhumi nesta área de estudo pareceu ser apenas de folhas dos arbustos do mangue.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5914/tropocean.v44i2.8037

Apontamentos

  • Não há apontamentos.