MACROALGAS COMO INDICADORAS DE IMPACTO AMBIENTAL EM CARNAUBINHA, PIAUÍ, BRASIL: SUBSÍDIOS PARA FUTUROS PROGRAMAS DE MONITORAMENTO AMBIENTAL

Tuany Kelly Correia de ASSIS, Maria Helena ALVES

Resumo


Esta pesquisa teve como objetivo avaliar a ocorrência e variação das espécies de macroalgas da Praia de Carnaubinha, Piauí, a partir das condições ambientais consideradas no local. As coletas foram realizadas em duas etapas distintas (períodos seco e chuvoso), nos meses de outubro e novembro de 2014 e março e abril de 2015, totalizando 4 coletas. Para a determinação da biomassa utilizou-se a metodologia de amostragem aleatória com quadrados de 25 x 25 cm

(650 cm2). O pH da agua do mar, poças recifais e salinidade também foram aferidos. Os resultados foram 31 táxons de macroalgas com representantes das três divisões. A biomassa foi expressiva, não havendo diferenças significativas entre os dias de coleta, observando-se a predominância das algas vermelhas. A comunidade de macroalgas de Carnaubinha indicou boa qualidade ambiental, podendo esta contribuir para ações de preservação.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5914/tropocean.v44i2.8295

Apontamentos

  • Não há apontamentos.