FONTES E NÍVEIS DE CONTAMINAÇÃO DO SISTEMA ESTUARINO DO RIO CAPIBARIBE (PERNAMBUCO/BRASIL)

Eliete ZANARDI-LAMARDO, Anderson Sérgio de Carvalho NÓBREGA, Roxanny Helen de Arruda SANTOS, Daniele Claudino MACIEL

Resumo


O Sistema Estuarino do Rio Capibaribe (SERC) é um dos sistemas hídricos mais importantes do estado de Pernambuco, e é formado pelo estuário do rio Capibaribe, Bacia do Pina e Bacia Portuária. Infelizmente, a ação das atividades humanas em seu entorno associadas às elevadas cargas de contaminantes provenientes principalmente do lançamento de efluentes domésticos e industriais nos rios que o formam, têm resultado em um elevado nível de poluição ambiental. Com o intuito de avaliar as potenciais fontes de contaminação e grau de degradação deste sistema, foi feito um levantamento das indústrias instaladas nas proximidades do SERC e dos estudos realizados nesta região. Além disto, in situ, foram quantificadas as galerias de águas pluviais ou de lançamento de esgotos localizadas no trecho que compreende o Parque da Jaqueira até a confluência do rio Capibaribe com a Bacia do Pina. Os resultados reportados na literatura indicaram que a qualidade da 

água deste sistema está altamente comprometida, indicada através dos parâmetros Oxigênio Dissolvido, Demanda Bioquímica de Oxigênio, nutrientes, coliformes termotolerantes, metais, dentre outros, que estiveram em desacordo com os limites estabelecidos pela resolução CONAMA 357/05. Cerca de 57 indústrias de alto e médio potencial de poluição estão localizadas nas imediações do estuário. A presença de 150 pontos de lançamento de águas residuárias foram observadas no trecho estudado. O mau cheiro, lixo e a degradação visual, indicam a possibilidade de lançamentos de esgotos interligados nas saídas de águas pluviais, comprometendo cada vez mais a qualidade das águas, sedimentos e organismos do SERC. Estes resultados são bastante preocupantes, uma vez que essa região é muito importante do ponto de vista econômico, ecológico e social, sendo urgente a tomada de decisões que recuperem e priorizem a conservação desta área. 

Palavras chave: qualidade da água, galerias de esgotos, águas pluviais, poluição, indústrias.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5914/tropocean.v44i2.8296

Apontamentos

  • Não há apontamentos.