Políticas Editoriais

Foco e Escopo

A Revista Cadernos de Estudos e Pesquisa na Educação Básica – é uma publicação do Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Pernambuco (CAp UFPE) que se propõe a divulgar artigos científicos, artigos de iniciação científica, resenhas e relatos de experiência relacionados à Educação Básica, abarcando cinco áreas principais: Ciências Humanas, Ciências Naturais, Letras e Artes, Educação Física e Matemática.

A Revista tem como objetivo geral aprofundar o debate acadêmico, disponibilizando trabalhos, de natureza teórica ou prática, que contribuam tanto com a formação, quanto com a prática de professores nas diversas áreas do conhecimento, evidenciando a socialização dos conhecimentos científicos e didático-pedagógicos produzidos.

Mais especificamente, a Revista visa a incentivar a realização de pesquisas e produção de conhecimento de pesquisadores e professores, em parceria com o corpo discente; bem como ampliar espaço de publicação e divulgar os trabalhos de ensino, pesquisa e extensão desenvolvidos no campo da formação docente, na área da Educação Básica.

O Colégio de Aplicação da UFPE nasce em 10 de março de 1958, inicialmente, integrado à Faculdade de Filosofia, tendo como finalidade funcionar enquanto laboratório da faculdade e espaço para aplicação de teorias pedagógicas. Através do Parecer do CFE292/1962, foi transformado em um espaço de experimentação e demonstração de inovações pedagógicas, para atendimento às disciplinas de Prática de Ensino, e atualmente de estágio das licenciaturas diversas, reforçando-se a sua missão de formar futuros professores. Nesse contexto, a Revista Acadêmica do CAp  catalisará publicações que apresentem estudos e pesquisas pautadas em reflexões sobre propostas inovadoras de reforma curricular, aprofundamentos de conteúdos específicos e abordagens didático-pedagógicas.

Em síntese, a Revista Cadernos de Estudos e Pesquisas na  Educação Básica, enquanto espaço de interação comunicativa, possibilitará a difusão da produção acadêmica, potencializando os impactos dessa produção. Promoverá o diálogo entre pesquisadores, professores e estudantes de diversas instituições, em âmbito local e nacional, enriquecendo o debate em várias áreas de conhecimento, fortalecendo a proposta formativa do Colégio de Aplicação e, em maior âmbito, da Universidade Federal de Pernambuco.

A Revista tem circulação anual em meio online. ISSN versão online: 2447-6943

 

Políticas de Seção

Artigos

Política padrão de seção

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Editorial

Destinado aos Editores.

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Homenagem

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Artigos de Iniciação Científica

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Relatos de Experiências

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Resenhas Acadêmicas

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

A revista Cadernos de Estudos e Pesquisa na Educação Básica receberá trabalhos inéditos (artigos, resenhas e relatos de experiência) em fluxo contínuo na temática da Educação Básica e suas subáreas de conhecimento, bem como as disciplinas comuns do Ensino Fundamental e Médio. Se após o fechamento das edições houver trabalhos aprovados excedentes, ficarão arquivados para os números seguintes.

Os trabalhos serão recebidos apenas por e-mail. Artigos fora das normas não serão avaliados. Todo o material enviado passará por uma análise da Comissão Editorial, de forma a verificar se estão dentro da proposta editorial da Revista. Em seguida, serão avaliados por professores e pesquisadores doutores de diversas universidades brasileiras (Conselho Editorial). Importante destacar que mesmo que o parecerista sugira indicação de publicação, isso não é garantia de que o texto seja publicado, uma vez que somente a Comissão Editorial decide sobre o número de artigos de cada edição, o tema, bem como demais aspectos organizacionais que se julgar relevantes.

O(s) autor(es) não deverá(ão) enviar para avaliação trabalhos submetidos a outras revistas, nem a outras revistas trabalhos submetidos esta revista, enquanto não houver parecer final. No caso de aceite, os autores serão avisados sobre o volume, número e ano em que os trabalhos serão publicados.

O(s) autor(es) será(ão) contactado(s) pela Comissão Editorial (por e-mail) a qual os informará sobre o parecer relativo ao seu trabalho; assim como sobre demais dados, tais como número e volume em que o trabalho estará previsto a ser publicado, prazos para alterações das recomendações sugeridas e demais documentos ou declarações que a Comissão precise enviar ou solicitar ao(s) autor(es). Será garantido o anonimato dos autores e dos avaliadores.

A Comissão Editorial se reservará ao direito de decidir, mesmo depois de divulgadas as chamadas de artigos, quanto à publicação de volumes especiais ou temáticos, sem prévio aviso aos autores.

Quando o Conselho Editorial sugerir ao(s) autor(es) modificações de estrutura e/ou de conteúdo, os trabalhos serão devolvidos para que as sejam realizadas no prazo informado pela Comissão. Nenhuma modificação do conteúdo será feita sem o prévio consentimento do autor, que tem inteira responsabilidade pelo conteúdo do material enviado. Os trabalhos não passarão por revisão de linguagem, posto que o(s) autor(es) se responsabilizarão por tal procedimento.

 

Periodicidade

Anual

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Apresentação

A Revista Cadernos de Estudos e Pesquisa na Educação Básica – é uma publicação do Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Pernambuco (CAp UFPE) que se propõe a divulgar artigos científicos, artigos de iniciação científica, resenhas e relatos de experiência relacionados à Educação Básica, abarcando cinco áreas principais: Ciências Humanas, Ciências Naturais, Letras e Artes, Educação Física e Matemática.

A Revista tem como objetivo geral aprofundar o debate acadêmico, disponibilizando trabalhos, de natureza teórica ou prática, que contribuam tanto com a formação, quanto com a prática de professores nas diversas áreas do conhecimento, evidenciando a socialização dos conhecimentos científicos e didático-pedagógicos produzidos.

Mais especificamente, a Revista visa a incentivar a realização de pesquisas e produção de conhecimento de pesquisadores e professores, em parceria com o corpo discente; bem como ampliar espaço de publicação e divulgar os trabalhos de ensino, pesquisa e extensão desenvolvidos no campo da formação docente, na área da Educação Básica.

O Colégio de Aplicação da UFPE nasce em 10 de março de 1958, inicialmente, integrado à Faculdade de Filosofia, tendo como finalidade funcionar enquanto laboratório da faculdade e espaço para aplicação de teorias pedagógicas. Através do Parecer do CFE292/1962, foi transformado em um espaço de experimentação e demonstração de inovações pedagógicas, para atendimento às disciplinas de Prática de Ensino, e atualmente de estágio das licenciaturas diversas, reforçando-se a sua missão de formar futuros professores. Nesse contexto, a Revista Acadêmica do CAp  catalisará publicações que apresentem estudos e pesquisas pautadas em reflexões sobre propostas inovadoras de reforma curricular, aprofundamentos de conteúdos específicos e abordagens didático-pedagógicas.

Em síntese, a Revista Cadernos de Estudos e Pesquisas na  Educação Básica, enquanto espaço de interação comunicativa, possibilitará a difusão da produção acadêmica, potencializando os impacto dessa produção. Promoverá o diálogo entre pesquisadores, professores e estudantes de diversas instituições, em âmbito local e nacional, enriquecendo o debate em várias áreas de conhecimento, fortalecendo a proposta formativa do Colégio de Aplicação e, em maior âmbito, da Universidade Federal de Pernambuco.

A Revista é de circulação em meio online. 

 

Normas para publicação

NORMAS DE PUBLICAÇÃO

1) Autores: serão aceitos artigos com, no máximo, 4 (quatro) autores.

 2) Serão aceito trabalhos em português.

 3) Formatação e estrutura dos trabalhos:

Os textos, - sendo artigo: de 15 a 20 páginas; artigo de iniciação científica: de 7 a 10 páginas; resenhas: de 3 a 5 páginas; relatos de experiência: de 7 a 10 páginas -, devem ser gerados em Word com a seguinte formatação: fonte Times New Roman, tamanho 12, espaço entrelinhas 1,5, sem paginação e com margens superior e esquerda de 3 cm, inferior e direita de 2,0 cm, recuo de parágrafo (primeira linha) de 2,0 cm.

E ser enviados após uma revisão ortográfica, gramatical e de normatização, com as seguintes orientações:

Título e subtítulo: na primeira linha, centralizados, negrito. Fonte: Times New Roman, corpo 12, somente primeira letra em maiúscula em ambos; se houver alguma nota de rodapé já no título, inserir com ASTERISCO (e não número);

O nome do(s) autor(es): duas linhas abaixo do título, alinhado à direita, em maiúsculas somente as iniciais dos nomes; inserir ASTERISCO (e não número) para introduzir, no rodapé, dados dos autores (titulação, vínculo e email);

Resumo em português: (5 a 10 linhas) três linhas abaixo do nome do autor. Colocar a palavra Resumo em caixa baixa, corpo 12, em negrito, sem dois pontos e sem espaço para o corpo do texto. Redigir o texto em parágrafo único, espaço simples, justificado.

Palavras-chave: em número de 03 a 05, uma linha abaixo do resumo. Colocar o termo Palavras-chave, em caixa baixa, primeira letra em maiúscula, negrito, com dois pontos. Fonte: Times New Roman, corpo 12. Cada palavra-chave terá a primeira letra maiúscula e o restante em caixa baixa, separada das demais por ponto final.

Títulos e subtítulos de seções: sem adentramento (maiúsculas para iniciais), em negrito, numerados em arábico. Usar o sistema “número seguido de ponto final”. Exemplo: 1. A língua culta. Introdução, conclusão ou considerações finais, referências e elementos pós-textuais não são numerados.

Citações:

- quando o sobrenome do autor estiver incluído na sentença, deverá ser escrito somente com a primeira letra maiúscula, seguido do ano da publicação e página da citação, neste caso, quando for citação direta, da respectiva fonte utilizada. Exemplos: Freire (2009, p. 7), Freire e Matos (2009, p. 7), Freire, Matos e Campos (2009, p. 7) ou Freire et al. (2009, p. 7), este último, quando for de mais de três autores. Nas citações indiretas a indicação do número de página é opcional, conforme exemplo: Freire (2009) ou Freire (2009, p. 7);

- quando o sobrenome do autor não estiver incluído na sentença, o autor e o ano deve ser colocado entre parênteses, separados por vírgula e em letras maiúsculas. Exemplos: (FREIRE, 2009, p. 7), (FREIRE; MATOS, 2009, p. 7), (FREIRE; MATOS; CAMPOS, 2009, p. 7), (FREIRE et al., 2009, p. 7);

- portanto, usar o sistema autor-data (exemplo: SOUZA, 2010, p.25) remetendo a referência completa para a bibliografia no final do texto.

- as citações que contenham até três (3) linhas não serão destacadas com o recuo, devendo ser na mesma fonte do texto  e com aspas duplas, indicando a fonte e a página consultada quando for citação direta;

- as citações de mais de três (3) linhas deverão vir destacadas com recuo de 4,0 cm da margem esquerda, utilizando  fonte 10,  espaçamento simples (1,0) e sem aspas;

- as citações em língua estrangeira deverão ser traduzidas para a língua do texto indicando os créditos da tradução, após a chamada de citação, como o exemplo: (COSTA, 2010, p. 10, tradução nossa);

- não usar expressões latinas (Id., Ibid.., op. cit. etc.) no texto, exceto apud (citado por) e et al. (e outros). Exemplos: Demo (apud COSTA, 2010, p. 10) ou (DEMO apud COSTA, 2010, p. 10), Costa et al. (2010) ou (COSTA et al., 2010);

Ilustrações: as ilustrações (quadros, fotografias, figuras, gráficos etc.), deverão vir no corpo do texto e apresentar suas respectivas legendas. As ilustrações, as tabelas e as fórmulas serão apresentadas de preferência no corpo do texto e em resolução de até 300 dpi, com títulos e cabeçalhos padronizados quanto ao formato e termos utilizados. A indicação da fonte é semelhante à das citações (autoria e ano), exemplo, Fonte: Costa (2011), indicando a fonte nas Referências bibliográficas no final do texto. As ilustrações, tabelas e fórmulas deverão vir em preto e branco, inseridas no corpo texto e também em folha separada em formato jpeg;

Notas: as notas serão numeradas e dispostas como notas de rodapé. A exemplo de citações de documentos manuscritos, ou de referências a entrevistas orais, em no máximo 5 linhas cada nota.

Referências Bibliográficas: Nas referências as entradas de autor(es) devem ser idênticas às das citações e sempre com letras maiúsculas (caixa alta). Seguir normas da ABNT em uso (NRB-6023).