A UTILIZAÇÃO DE ADORNOS CORPORAIS NA PRÉ- HISTÓRIA DA ÁREA ARQUEOLÓGICA DO SERIDÓ – RN

Daniela Cisneiros, Nathalia Nogueira, Camila Santos

Resumo


Os adornos corporais estão entre as primeiras manifestações simbólicas produzidas pelo Homo sapiens e evidenciadas em dados arqueológicos. São fontes portadoras de informações sobre tecnologia e identidade. A região do Seridó apresenta em seu acervo arqueológico elementos materiais e gráficos que atestam o uso desses adornos na pré-história. O presente artigo tem por objetivo apresentar as tipologias, usos e funções dos adornos nos contextos funerários e rupestres do Seridó Potiguar. Os dados de 11 sítios analisados permitiram inferir que os grupos que habitaram a região em períodos pré-históricos utilizavam-se de adornos de diversas tipologias (adornos de cabeça, colares e pingentes); confeccionados com diferentes matérias-primas e utilizados em distintos contextos (rituais funerários, caça, sexo e violência).


THE USE OF PERSONAL ORNAMENTS IN PREHISTORY OF THE ARCHAEOLOGICAL AREA OF SERIDÓ - RN


 ABSTRACT

The personal ornaments are among the first symbolic manifestations produced by Homo sapiens sapiens and manifested in archaeological data. They are sources of information about technology and identity. The Seridó region has material and graphic elements in its archaeological collection that attest to the use of ornaments in prehistory. This paper aimsto present the types, uses, and functions of ornaments in the funerary and rock art of Seridó Potiguar. The data from 11 analyzed sites allowed us to infer that the groups that inhabited the region in prehistoric periods used ornaments of different types (head ornaments, necklaces, and pendants) made with different raw materials and used in different contexts (funerary rituals, hunting, sex, and violence).

Keywords: Personal ornaments; Seridó Prehistory; Rock Art


Palavras-chave


Adornos corporais; Pré-história do Seridó; Pintura Rupestre

Texto completo:

PDF

Referências


BORGES, F. M. Os sítios arqueológicos Furna do Umbuzeiro e Baixa do Umbuzeiro: caracterização de um padrão de assentamento na Área Arqueológica do Seridó – Carnaúba dos Dantas - RN, Brasil. 2010. 322 f. Tese, Doutorado em Arqueologia, Programa de PósGraduação em Arqueologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.

BUTTO, Ana.; FIORE, Danaé. Adornos corporales y género en las fotografías etnográficas de Yámana/Yagán. Universitas, Cuenca, ano 15, n. 27, p. 67-92, 2017.

DANTAS, José de Azevedo. Indícios de uma civilização antiquíssima. João Pessoa: Fundação Casa de José Américo e Instituto Histórico e Geográfico Paraibano, 1994. 200p. (Apresentação e texto de Gabriela Martin. Manuscrito datado de 1926 na Biblioteca do Instituto Histórico e Geográfico Paraibano e que apresenta 156 lâminas com desenhos de pinturas e gravuras rupestres do Rio Grande do Norte e da Paraíba).

CASTRO, Viviane. Marcadores de Identidades Coletivas no contexto funerário pré-histórico no Nordeste do Brasil. 2009. Tese (Doutorado em Arqueologia) – Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009. 310f.

CISNEIROS, Daniela. Similaridades e Diferenças nas Pinturas Rupestres Pré-Históricas de Contorno Aberto no Parque Nacional Serra da Capivara – PI. Tese (Doutorado) – Programa de Pós-graduação em Arqueologia, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Pernambuco. Recife, 2008.

CISNEIROS, Daniela. & NOGUEIRA, Nathalia. Representações rupestres de adornos de cabeça nos antropomorfos na área arqueológica do Seridó-RN. Revista Clio Arqueológica. Universidade Federal de Pernambuco-UFPE, Recife, 2016.

CISNEIROS, Daniela. Práticas funerárias na Pré-História do Nordeste do Brasil. 2003. Dissertação (Mestrado em História) – Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2003. 161f.

CISNEIROS, Daniela.; NOGUEIRA, Nathalia.; & TAVARES, Bruno. Cronología y dinámica espacial en sitios de refugio y al aire libre en la zona arqueológica de Seridó, Rio Grande do Norte (Brasil), 2020.

DORTA, Sônia. A plumária indígena brasileira: no museu de arqueologia e etnologia da USP. 2. ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo: MAE/Impressa oficial de São Paulo, 2000.

EHRENREICH, Paul. Índios Botocudos do Espírito Santo no Século XIX. Espírito Santo: GSA Gráfica e Editora, 2014.

FERNÁNDEZ, Esteban. Los objetos de adorno – colgantes del Paleolítico superior e del Mesolítico em la Cornisa Cantábrica y en el Valle del Ebro: una visión europea. Salamanca: Ediciones Universidad de Salamanca, 2006.

GUIDON, Niède. Tradições e estilos da Arte Rupestre no Sudeste do Piauí. Pré-história Brasileira Aspectos da Arte Parietal. Catálogo de Exposição. São Paulo, USP, p.19-20. 1981.

LEROI-GOURHAN, Andrè. O gesto e a palavra 2 – memória e ritmos. Lisboa: Edições 70, 1965.

LUZ, Maria de Fátima da. Práticas funerárias na Área Arqueológica da Serra da Capivara, Sudeste do Piauí, Brasil. 2014. Tese (Doutorado em Arqueologia) - Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2014.

MARTIN, Gabriela. Fronteiras Estilísticas e Culturáis na Arte Rupestre da Área Arqueológica do Seridó-RN. Revista Clio – Arqueológica. Universidade Federal de Pernambuco-UFPE, Recife, 2003.

MARTIN, Gabriela. Pré-História do Nordeste do Brasil. 5. ed. Recife: Editora Universitária da UFPE, 2008.

MAYER, Bar-yosef. Towards a typology of stone beads in the Neolithic Levant. Journal of Field Archaeology, Massachusetts, n. 2, p. 129-142, 2013.

MAYOR, Begoña; BENITO, Josep. Mujeres, hombres y objetos de adorno. In: ROSADO, Helena Bonet. (Org). Las Mujeres en la prehistoria. Valéncia: Museu de Prehistoria de Valéncia, 2006, p. 63-78.

NOGUEIRA, M. Ocupações pré-históricas a céu aberto no vale do Rio da Cobra – Carnaúba dos Dantas e Parelhas – RN. 2017. Tese, Doutorado em Arqueologia, Programa de Pós-Graduação em Arqueologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2017.

OBERMAIER, Hugo. El Hombre Fósil. Comisión de investigaciones paleontológicas y prehistóricas, Memoria, n. 9. Madrid, 1925.

PALLET, Patrick. Les Arts Préhistoriques. Lyon: Éditions Ouest-France. 2006.

PESSIS, Anne-Marie; COSTA, Adriene; Cisneiros, Daniela; CASTRO, Viviane. Prospecção arqueológica de sítios com registros rupestres na Chapada do Araripe. Recife: Clio Arqueológica, p. 123-140. 2005.

PESSIS, Anne-Marie. Art rupestre préhistorique: Premiers registres de la mise en scene. Tese (Doutorado de Estado) - Université de Paris X – Nanterre. 1987.

PESSIS, Anne-Marie. Registros rupestres, perfil gráfico e grupo social. Revista Clio - Arqueológica. Universidade Federal de Pernambuco-UFPE, Recife, 1993.

QUEIROZ, Albérico. et al. Os adornos em osso de mazama na sepultura 118, Cemitério b: Sítio Arqueológico Justino, Canindé do São Francisco, Sergipe, Brasil. Clio Arqueológica, Recife, v. 33, n. 1, p. 10-25, 2018.

SANTOS, Camila Ferreira dos. Adornos Pré-históricos no Nordeste do Brasil: Técnicas, Usos e Funções. Dissertação (Mestrado em Arqueologia) – Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2020.

SEEGER, Anthony; MATTA, Roberto da; CASTRO, Eduardo Viveiro de. A construção da pessoa nas sociedades indígenas brasileiras. Núcleo de Estudos e Assuntos Indígenas. Universidade Federal do Tocantins Campus de Porto, 1979.

VELTHEM, Lúcia. Trançados indígenas norte amazônicos: fazer, adornar, usar. Revista de Estudos e Pesquisas. Fundação Nacional do Índio, Brasília, 2007.

VIALOU, Agueda; VIALOU, Denis. Manifestações simbólicas em Santa Elina, Mato Grosso, Brasil: representações rupestres, objetos e adornos desde o Pleistoceno ao Holoceno recente. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi, Belém, v. 14, n. 2, p. 343-365, 2019.




DOI: https://doi.org/10.20891/clio.V35N3p199-235

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN: 2448-2331

© 1984-2020 CLIO Arqueológica 
Universidade Federal de Pernambuco - UFPE
Programa de Pós-Graduação em Arqueologia
Centro de Filosofia e Ciências Humanas, 10º andar
Avenida da Arquitetura, S/N - Cidade Universitária
CEP 50.740-550 Recife (PE), Brasil

 

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License

 

UFPE LOCKSS Open Access

 

Instituições de referência para a CLIO Arqueológica:

Capes ABEC Fumdham INAPAS LatinRev