Eritema multiforme – uma revisão / Erythema multiforme – a review

Débora Máximo das Neves Luna, Alessandra Albuquerque Tavares de Carvalho

Resumo


O estudo das dermatoses constitui, na atualidade, uma área de grande interesse científico-odontológico, tendo em vista que as lesões bucais podem representar sinais podrômicos ou co-existirem com a enfermidade. Estão incluídas neste contexto, o pênfigo, o grupo das lesões penfigóide, o líquen plano, o lúpus eritematoso e o eritema multiforme. O eritema multiforme (EM) ou polimorfo é um processo inflamatório agudo que apresenta lesões cutâneo-mucosas características. Representa uma enfermidade de interesse para Odontologia, tendo em vista a relativa manifestação dessa doença na cavidade oral, freqüentemente precedendo as lesões cutâneas e, por vezes, de forma exclusiva durante todo o curso da afecção. Os casos mais severos da doença representam grave comprometimento mucoso e profunda alteração do estado geral, sendo algumas vezes fatal. A maioria dos autores concorda que o diagnóstico do EM baseia-se principalmente nos seus achados clínicos e na história da doença, o que faz com que o Cirurgião Dentista tenha um papel fundamental no diagnóstico e na instauração de um tratamento adequado. O presente trabalho apresenta uma revisão literária do EM, incluindo os seus principais aspectos etiológicos, clínico-patológicos, bem como os métodos de diagnóstico, conduta terapêutica e prognóstico.

Palavras-chave


Eritema Multiforme; Desordem imunologicamente mediada; Síndrome de Stevens-johnson

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

IJD. INTERNATIONAL JOURNAL OF DENTISTRY

Universidade Federal de Pernambuco

Av. Prof. Moraes Rego 1235, Cidade Universitária - Recife - PE