Políticas Editoriais

Foco e Escopo

A Revista Ensino de Geografia (Recife) é uma publicação científica do Laboratório de Ensino de Geografia e Profissionalização Docente (LEGEP) da Universidade Federal de Pernambuco, que publica artigos científicos, revisões bibliográficas, resenhas e notas referentes a área de ensino de Geografia e afins.

 

Políticas de Seção

Artigo Científico

Política padrão de seção

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Nota Editorial

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Resenhas

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Notas de Pesquisa

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Artigos Especiais

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

A política para avaliação de artigos e resenhas está fundamentada nos princípios de análise por pares, especialistas no tema do artigo/resenha, em sistema “duplo cego”.

COMISSÃO AVALIADORA e PARECERISTAS AD HOC

A Comissão Avaliadora é composta por docentes e/ou pesquisadores de instituições de ensino e pesquisa do país e/ou exterior com finalidade de emitir parecer referente aos trabalhos enviados para publicação na Revista Ensino de Geografia (Recife), tal que critério também é utilizados para a seleção de Pareceristas Ad Hoc. Os membros da Comissão Avaliadora e os Pareceristas Ad Hoc serão indicados pelos Editores e membros do Conselho Científico.

São atribuições dos Membros da Comissão Avaliadora e Pareceristas Ad Hoc:

a) emitir parecer técnico sobre os trabalhos submetidos à Revista, de acordo com suas respectivas áreas de especialidade e/ou afinidade;

b) apresentar parecer, acerca dos trabalhos sob sua avaliação, preenchendo obrigatoriamente o Formulário de Avaliação;

c) apresentar sugestões de reformulação quando o parecer for favorável com reformulações;

d) embasar e/ou justificar o parecer emitido de acordo com sua área de especialidade e/ou afinidade;

e) revisar, eventualmente, a ortografia dos textos digitados durante as etapas do processo de editoração da Revista;

f) respeitar os prazos determinados para entrega dos pareceres.

O Parecerista Ad Hoc, que em duas vezes consecutivas ou alternadas não apresentar os pareceres em tempo hábil, serão automaticamente substituídos por outro, tendo seu nome excluído do rol de Pareceristas da Revista Ensino de Geografia (Recife).

Os trabalhos, para serem publicados na Revista Ensino de Geografia (Recife), deverão obter dois pareceres favoráveis e, para tanto, serão submetidos à apreciação de dois pareceristas, escolhidos por especialidade e/ou afinidade em relação ao conteúdo temático dos trabalhos sob apreciação. Caso um parecerista aprove a publicação e outro não, caberá ao Conselho Editorial decidir pela publicação ou não, ou ainda convidar um terceiro avaliador.

Aos pareceristas é reservado o direito de apresentar parecer favorável condicionado à reformulação do artigo ou trabalho congênere, apresentar sugestões para reformulação, bem como o direito de sugerir a edição do texto reformulado, desde que as eventuais alterações não afetem o seu conteúdo.

Os pareceres deverão ser legíveis e apresentar uma avaliação crítica dos artigos ou trabalhos congêneres, relevando a importância dos mesmos. Caso o parecer indique reformulações num determinado trabalho, todos os trechos deverão ser apontados com destaque de parágrafos e/ou páginas, conforme o caso.

Aos pareceristas é dado um prazo máximo de trinta dias (30) corridos, a partir da data do convite para avaliação do artigo, para a apresentação do parecer ao Conselho Editorial da Revista.

Este prazo poderá ser prorrogado por período igual ou menor, a critério do Conselho Editorial, precedido de pedido, por escrito, do parecerista, desde que a dilação do prazo não incorra em atraso nos trabalhos de composição e divulgação da Revista.

O parecerista que, por motivo plenamente justificável (caso fortuito ou motivo de força maior) não puder emitir parecer em tempo hábil, ainda que seja possível a dilação de prazo prevista no parágrafo anterior, deverá informar por escrito ao Conselho Editorial, pedindo sua substituição por outro parecerista.

PROCESSO DE AVALIAÇÃO

Os trabalhos, para serem publicados na Revista Ensino de Geografia (Recife), deverão obter dois pareceres favoráveis e, para tanto, serão submetidos à apreciação de dois pareceristas, escolhidos por especialidade e/ou afinidade em relação ao conteúdo temático dos trabalhos sob apreciação. O artigo só será selecionado para publicação caso não tenha recebido nenhum parecer que o rejeite, mas poderá ser publicado se receber parecer que solicite correções obrigatórias. Os trabalhos são avaliados, quanto à sua originalidade, relevância científica, correção, clareza, qualidade gráfica das ilustrações, entre outros aspectos. Em caso de discordância entre os pareceres apresentados pelos avaliadores, caberá ao Conselho Editorial decidir pela publicação ou não, ou texto será submetido a um terceiro parecerista.

O processo de avaliação duplo cega dura em média de 60 a 120 dias. De acordo com a avaliação dos pareceristas o artigo poderá receber os seguintes pareceres: a) artigo aceito para publicação, b) artigo aceito para publicação com correções ou c) artigo recusado. Se o artigo receber o parecer de " b) artigo aceito para publicação com correções", o autor terá o prazo de quinze (15) dias corridos, a partir da data de recebimento do parecer*. Este prazo poderá ser prorrogado por período igual ou menor, a critério do Conselho Editorial, precedido de pedido, dos autores. Após o envio das correções, estas podem ser submetidas a uma nova rodada de avaliação ou serão apreciadas diretamente pelos Editores da Revista que podem consultar, se julgarem necessário o Conselho Científico.

* Caso não haja o envio do artigo com as correções ou solicitação de extensão do prazo para efetuar as alterações, o trabalho será rejeitado.


 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...