EPISTEMOLOGIA DA PRÁTICA E RACIONALIDADE PEDAGÓGICA: O ENSINO PELA PESQUISA EM SITUAÇÃO SITUDA

Francisco Kennedy Silva dos Santos, Jacques Therrien

Resumo


A reflexão que vamos desenvolver neste breve ensaio será um olhar sobre nós mesmos, professores em formação contínua, tendo a escola como lugar de pesquisa e que prefiro interpretar a escola como lugar de aprendizagem do professor. Esse texto pretende situar o paradigma da formação pela pesquisa no ensino superior e na educação básica, trazendo de forma particular os desafios e possibilidades para a o ensino de Geografia em seus diversos contextos face à fragmentação da relação ensino e pesquisa e seu rebatimento na docência. Tais reflexões centradas nas categorias de racionalidade pedagógica, aprendizagem e prática docente, compõem reflexões situadas que procuram compreender os processos de aprendizagem para a docência universitária e na educação básica (estreitando o velho hiato – Ensino Superior x Ensino Básico), viabilizados pelo trabalho docente inserido em contextos de pesquisa e sua contribuição para a compreensão das possíveis racionalidades emergentes a partir da relação ensino e pesquisa. Os processos e as dinâmicas de formação dos professores de geografia, no tocante ao ensino e a pesquisa, têm sido marcados por um vazio metodológico que tem levado à ações improvisadas e superficiais, propiciando que as atividades pedagógicas se guiem por aspectos técnicos e instrumentais dos conteúdos, limitando a pesquisa como princípio formativo.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.51359/2594-9616.2018.240417



INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos: a) Autores mantém os direitos autorais e concedem à  revista o direito de primeira publicação, com o trabalho licenciado sob a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. b) Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado. c) Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais.