ENSINO DO CLIMA E CONTEÚDOS ESCOLARES: PROPOSTAS DIDÁTICAS E CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO

Ivamauro Ailton Sousa Silva, Camila Rodrigues Goveia

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo analisar os conteúdos sobre o componente físico-natural clima nos livros didáticos de geografia utilizados em duas escolas públicas de Cáceres, Estado de Mato Grosso. O estudo também apresenta propostas didáticas para que os conteúdos sejam trabalhados de forma lúdica e interativa. O trabalho foi construído por meio de três etapas: I) revisão teórica; II) análise dos livros didáticos de geografia; e, III) construção das propostas didáticas com atividades lúdicas. Esses procedimentos articulados com as etapas operacionais permitiram verificar a estrutura dos conteúdos e possibilitou identificar os conceitos mais discutidos. Os resultados da pesquisa indicam que os conteúdos são frequentemente abordados na geografia escolar. A escala geográfica, é utilizada para discutir a dinâmica dos fenômenos climáticos e para classificar os climas brasileiros e mundiais. A contextualização está articulada com temas sobre mudanças climáticas, El Niño e La Niña e discussões associadas a paisagem, vegetação, e também com o espaço urbano, sendo discutidos temas como a inversão térmica, as ilhas de calor, as inundações e enchentes. Conclui-se, que os conteúdos do componente físico-natural clima são relevantes para todos os níveis escolares, pois contribuem para a compreensão da gênese e dinâmica dos fenômenos da natureza e suas conexões com as atividades sociais e influência na organização do espaço geográfico.


Palavras-chave


Conteúdos de clima; Livro didático; Propostas lúdicas; Ensino de Geografia

Texto completo:

PDF

Referências


ADÃO, Edilson; JR, Laercio Furquim. Geografia em rede.1.ed.São Paulo, FTD,2013.

ADÃO, Edilson; JR, Laercio Furquim. Geografia em rede.1.ed.São Paulo, FTD,2016.

ADAS, Melhem; ADAS, Sergio. Expedições geográficas. 1. ed. Moderna, São Paulo, 2011.

BRANDÃO, Jefferson Dagmar Pessoa. O papel e a importância do livro didático no processo de ensino e aprendizagem. CONEDU-Congresso Nacional de Educação de 18 a 20 de setembro de 2014

CAIUBY NOVAES, S. A construção de imagens na pesquisa de campo em Antropologia. Revista Iluminuras, Porto Alegre: UFRGS, v. 13, n. 31, p. 11-29, jul./dez. 2012

CALLAI, Helena Copetti. Escola, cotidiano e lugar. In: Geografia: ensino fundamental. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2010. 252 p. (Coleção Explorando o Ensino; v. 22.

CASTELLAR, S. M. VANZELLA. Educação Geográfica: teoria e prática. São Paulo: Contexto, 2005

CASTELLAR, Sonia Vanzella (org.). Geografia Escolar: contextualizando a sala de aula. Curitiba: CRV, 2014. 224 p.

CAVALCANTI, L. S. Geografia, escola e construção de conhecimentos. São Paulo: Papirus. 1998 (3ª Ed.). 192p.

ELY, Deise Fabiana. Teoria e método da climatologia geográfica brasileira: uma abordagem sobre seus discursos e práticas. Presidente Prudente, 2006 208 f. Tese (Doutorado em Geografia) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Tecnologia

FERRETTI, Eliane. Geografia em ação, práticas em climatologia / Eliane Ferretti; Ilustrações Francis Ortolan, Felipe Grosso, - Curitiba: Aymará, 2009.

LUCCI, Elian Alabi; BRANCO, Anselmo Lazaro. Geografia: Homem e espaço. 25.ed. São Paulo, Saraiva,2012

MELO, Maurício Dalpiaz. Aprendizagem de climatologia em geografia no ensino médio fundamentada na teoria de Ausubel. Dissertação (Mestrado em Geografia), UFSC: Florianópolis,2015.

MORAIS, Eliana Marta Barbosa de. O ensino das temáticas físico-naturais na Geografia escolar. Tese (Doutorado). Departamento de Geografia, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011.

MORAIS, Eliana Marta Barbosa de. AS TEMÁTICAS FÍSICO-NATURAIS NOS LIVROS DIDÁTICOS E NO ENSINO DE GEOGRAFIA. Revista Brasileira de Educação em Geografia, Campinas, v. 4, n. 8, p. 175-194, jul./dez., 2014

PAIXÃO, Tiago Nogueira. O ensino do componente físico-natural clima na Geografia escolar: a escala como fundamento conceitual. 2018. 137 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2018.

PINTO, Bismarque Lopes. Análise comparativa do conteúdo de solos a partir dos livros didáticos adotados em escolas públicas no semiárido baiano. Revista Eletrônica Geoaraguaia. Barra do Garças-MT. V 6, n.2, p. 47 - 60. Agosto/dezembro.

PONTUSCHKA, N. N.; PAGANELLI, T. I; CACETE, N.H. Para Ensinar e Aprender Geografia. São Paulo: Ed. Cortez, 2007.383p.

SANTOS, Daiane de Almeida. Analise do livro didático de geografia para o ensino médio. CONEDU-Congresso Nacional de Educação. Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, 2014.

SILVA, Michele Souza da; CARDOSO, Cristiane. Challenges and perspectives for the teaching of geografic climatology at school. Geosaberes, Fortaleza, v. 10, n. 20, p. 1 - 17, dec. 2018

STEINKE, Ercilia Torres climatologia fácil. São Paulo: Oficina de Texto, 2012.

SUERTEGARAY, D.M.A. (2002) Pesquisa e educação de professores. In: PONTUSCHKA, N.N. e OLIVEIRA, A.U. (org.). Geografia em Perspectiva. São Paulo, Contexto. p. 109-114.

SUERTEGARAY, D. M. A. Natureza: concepções no ensino fundamental de geografia. In: Geografia: ensino fundamental. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2010. 252 p. Coleção Explorando o Ensino; v. 22.

SUERTEGARAY, D. M. A. Geografia e Imagem: atividade de campo, paisagem e patrimônio natural. In: JACINTO, R. (Org.). Transversalidades – Fotografia sem Fronteiras, v. 1. Guarda: Centro de Estudos Ibéricos, p. 26-29, 2017

TRINDADE, Lindalci Alves. Contribuições teóricas-metódologicas para o ensino de clima nas aulas de geografia, Cáceres-MT.2015.

ZATTA, Célia Inez, O uso de imagens como recurso metodológico para estudar Geografia. Paraná, 2008.

VENTURI, A. B. Geografia: práticas de campo, laboratório e sala de aula. São Paulo: Editora Sarandi, 2011.




DOI: https://doi.org/10.51359/2594-9616.2020.245889

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos: a) Autores mantém os direitos autorais e concedem à  revista o direito de primeira publicação, com o trabalho licenciado sob a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. b) Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado. c) Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais.