CARACTERIZAÇÃO MORFOLÓGICA DA PLATAFORMA CONTINENTAL DE ICAPUÍ UTILIZANDO DADOS BATIMÉTRICOS

João Capistrano De Abreu neto, George Satander Freire, Daniel De Ponti Souza, Guilherme Augusto Mendonça Maia

Resumo


Os levantamentos batimétricos se apresentam como uma ferramenta através da qual podemos obter informações morfológicas, como perfis batimétricos, modelos digitais de terreno, declividade e orientação do relevo, possuindo aplicações como a identificação de bancos de areia, obras de engenharia, cartas de navegação e estudos ambientais. Trabalhos anteriores acerca da morfologia da plataforma continental de Icapuí, onde foram realizados levantamentos batimétricos no setor oeste da plataforma interna, identificaram afloramentos rochosos, resultados de variações da linha de costa, testemunhos das falésias que resistiram aos processos costeiros atuantes na região e um campo de dunas submersas. Devido à falta de uma caracterização da plataforma como um todo, este trabalho tem como objetivo a caracterização morfológica da plataforma continental do município de Icapuí com o uso de dados batimétricos para assim, identificar as formas de fundo mais expressivas da área. Assim, foi possível caracterizar a morfologia da área, que se apresenta predominantemente plana com baixa declividade, sendo mais estreita e menos profunda do que média do resto do estado do Ceará, com aproximadamente 45 km de extensão e com a zona de quebra da plataforma com profundidade média de 45 m. Ainda foram identificados na plataforma interna cristas de praia submersas e uma quebra na continuidade do relevo, que possibilita dividir a área em setores leste e oeste. Foram obtidos resultados satisfatórios, tornando possível identificar as estruturas mais expressivas da área, sendo possível relacioná-las com as flutuações do nível mar, tornando a região de interesse para a compreensão de tais eventos.

Palavras-chave


Batimetria. Morfologia. Plataforma continental. Flutuações do nível do mar. Icapuí.

Texto completo:

PDF

Referências


Abreu Neto, J. C. de., 2017. Geodiversidade da plataforma continental de Icapuí, Ceará: uma proposta de identificação de áreas chave em ambientes marinhos. Tese de doutorado, Programa de Pós-graduação em Geologia - UFC. 125p.

ANP. Bacia Potiguar. Em http://www.brasil-rounds.gov.br/round2/arquivos_r2/Mapas/bacia/Bacia_Potiguar.pdf. Acesso em: outubro/2016. Barros, E. L., 2014. Caracterização Faciológica da Plataforma Continental Interna do Município de Icapuí, Ceará. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza. 105p.

Batista Neto, J.A.; Silva, C.G., 2004. Morfologia do fundo oceânico. In: Batista Neto,J.A.; Ponzi, V.R.A.; Sichel, S.E. (Org.). Introdução à geologia marinha. Rio de Janeiro: Interciência, p.31-51.

Coutinho, P. N., 1996. Levantamento do estado da arte da pesquisa dos recursos vivos marinhos do Brasil – Oceanografia Geológica. Programa Revizee – SECIRN, 80p.

CARACTERIZAÇÃO MORFOLÓGICA DA PLATAFORMA ...


Apontamentos

  • Não há apontamentos.