ESTUDO DA INFLUÊNCIA DA MARÉ SOB A REMOBILIZAÇÃO DO MATERIAL EM SUSPENSÃO NO PERÍODO DE ENCHENTE NO CANAL DO PORTO DA BARRA GRANDE, ICAPUÍ- CE

Guilherme Augusto Mendonça Maia, Ian Cerdeira Souza, João Capistrano Abreu Neto, George Satander Freire, Matheus Edson Medeiros

Resumo


Os canais de maré são classificados como áreas que possuem a maré como principal agente de transporte. Diante ao fluxo bidirecional, presente ao longo do canal, são formados bancos arenosos não vegetados circundados, normalmente, por planícies lamosas vegetadas, onde, ocasionalmente o tráfego hidroviário pode ser interrompido, devido ao acúmulo de sedimentos ao redor dos bancos. O Porto da Barra Grande, localizado no município de Icapuí, extremo leste cearense, é utilizado pela comunidade local como estaleiro e ancoradouro para os barcos pesqueiros da região, margeado por mangues e salinas a área apresenta atividade intensas. A economia local está fortemente ligada a atividade pesqueira, que vem sendo prejudicada pelo progressivo assoreamento do canal, dificultando a navegação dos barcos. Dessa maneira, essa pesquisa teve como objetivo analisar e avaliar a influência da maré de enchente na taxa de sedimentação e erosão dentro do canal, a fim de auxiliar nas políticas de gestão, levantando aspectos como velocidade e direção da corrente, material em suspensão e morfologia de seções do canal. Para isso, realizou-se medições no canal em um turno de seis horas consecutivas durante o período de enchente, com coletas de amostras de material em suspensão, leituras regulares do nível de profundidade do canal e aquisição de dados correntométricos. Diante às aquisições e observações em campo, calculou-se a vazão líquida e sólida do canal correspondente ao período, demonstrando a intensa dinâmica de transporte dos sedimentos em suspensão no canal. Através dos resultados comprovou-se a alta dinâmica sedimentar do material em suspensão e caracterizou-se o comportamento hidrodinâmico local sob influência da maré. Dessa forma, os resultados auxiliam em pesquisas para o gerenciamento de obras costeiras futuras, com a finalidade de sanar o contínuo assoreamento do canal que impacta diretamente às atividades econômicas e sociais da região.

Palavras-chave


Dinâmica Costeira, Canal de Maré; Correntometria; Material em Suspensão, Icapuí

Texto completo:

PDF

Referências


Bezerra, R. G, 2006. Hidrodinâmica do estuário do Rio Choró (Cascavel/Beberibe) litoral leste do Estado do Ceará. Dissertação de Mestrado, Pós Graduação em Geologia –UFC.83p.

Carvalho, N. O. 2008 Hidrossedimentologia Prática, 2ª Edição, Interciência, Rio de Janeiro.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.