A DINÂMICA DE INTRODUÇÃO DE INOVAÇÕES PODE LEVAR A UMA MELHOR INSERÇÃO COMPETITIVA DO BRASIL PÓS CRISE ATUAL? (CAN THE DYNAMIC OF INNOVATIONS CONVEY TO A BETTER COMPETITIVE INSERTION OF THE BRAZIL PRESENT POST CRISIS?)

Abraham Benzaquen Sicsú

Resumo


 

Um consenso estabelecido é o que correlaciona de forma direta a taxa de crescimento de um país com sua dinâmica de inovação. Toda grande crise capitalista traz, para sua superação, a necessidade de destruição de capital existente, reformulando a base produtiva e introduzindo profundas alterações na economia real.A preocupação com políticas oficiais que garantam as condições para dar consistência ao processo deve-se centrar na identificação de prioridades e na definição de programas para o setor de ciência, tecnologia e inovação, consentâneas com as novas lógicas das áreas produtivas e de suporte à configuração que venha a se desenhar.O presente texto alerta para que, na atualidade, é necessário estabelecer pré-requisitos que dêem base a esse discurso, principalmente, a definição de um padrão de financiamento para o setor que garanta o compromisso e a articulação de interesses adequados para consolidar essa estratégia.Na concepção aqui defendida, tem-se subjacente que a maneira como os três pilares básicos do processo de desenvolvimento; o Estado, o capital privado nacional e o privado estrangeiro; assumem compromissos, inclusive financeiros, expressa a devida importância que os mesmos atribuem ao setor em sua estratégia de consolidação.O texto parte de breve análise da evolução histórica do padrão de financiamento da CT&I no Brasil, alertando para diferentes lógicas norteadoras. Contextualiza-se a questão, utilizando o conceito de Capacidade Tecnológica Nacional Relevante e colocando questões chaves que os três grupos de Agentes deveriam enfocar. Conclui com observações de aspectos que seriam fundamentais para uma efetiva conectividade entre o discurso oficial e a prática da inovação.

 

Palavras-Chave: Planejamento de CT&I; Financiamento da Inovação; Políticas Públicas; Inovação e Desenvolvimento.

 

Abstract

A consensus is established which correlates directly the rate of  growth of a country with its dynamics of innovation. Every great crisis in capitalist brings to his overcoming the need for destruction of  existing physical capital, reshaping the production base and introducing profound  changes in the real economy. The concern with official policies is that conditions to ensure consistency to the process of innovation should focus the identification of priorities and definition of programs for the sector of science,    technology    and innovation, in line with the new logic of productive areas fitted to what that will be drawn. This papers alerts to that. In a very special direction, it is necessary to establish the definition of a pattern of funding for the sectors, in general, to ensure the interaction of interests that are appropriate to consolidate that strategy. This strategy is supported in three pillars of the development process, the State, the capital private national and foreign private; both of them takes responsibilities, including funding. This paper is a brief analysis of historical pattern of financing of C, T & I in Brazil, and its to different patterns. Contextualizes the question, using the concept of National Technological Capacity pointing the key issues that the three groups of agents should focus on. Concludes with observations that there are fundamental points that must be emphasized to stimulate an effective connectivity between the official discourse and practice of innovation. 

 

Key-Words:  Dynamics of Innovation; Pattern of funding of CT & I in Brazil; Official Discourse and Practice of Innovation.

 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DE EMPRESAS, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E TURISMO: B4; CIÊNCIAS AMBIENTAIS: B5; COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO: B5; ECONOMIA: B5; INTERDISCIPLINAR: B5; SOCIOLOGIA: B4. 

 

Publicação e Apoio:

 

 

RGP está indexada em:

 

Instituições de referência para a RGP: