Fundos Rotativos Solidários: dilemas na gestão social de recursos públicos por comunidades rurais no Nordeste do Brasil ROTATING SOLIDARITY FUNDS: DILEMMAS IN THE SOCIAL MANAGEMENT OF PUBLIC FUNDS FOR RURAL COMMUNITIES IN THE BRAZILIAN NORTHEAST

Claricio dos Santos Filho, Alicia Ferreira Gonçalves

Resumo


O objetivo deste artigo é realizar uma reflexão crítica das trajetórias institucionais do Programa de Apoio a Projetos Produtivos Solidários, em execução na região Nordeste do Brasil desde 2005.

A matriz institucional e operacional do PAPPS  repousa na metodologia dos Fundos Rotativos Solidários, que são formas de poupança coletivas no meio popular, na forma dinheiro e/ou produtos, geridos por entidades da sociedade civil ou organizações comunitárias, e destinados ao apoio de projetos associativos e comunitários de produção e comercialização de bens e serviços. E, a gestão do Programa é compartilhada entre as organizações comunitárias, entidades governamentais e não governamentais, que formam Conselhos Gestores Nacional e Local.

Portanto, a preocupação central são as diferentes trajetórias institucionais a que o Programa está submetido em sua gestão compartilhada. Neste sentido, nosso esforço é compreender os limites, avanços e esperanças do aprendizado da gestão compartilhada envolvendo diferentes matrizes institucionais, e diferentes estilos de organização e tomadas de decisão, que podem ser apreendidos da experiência de gestão social dos Fundos Rotativos Solidários no Nordeste brasileiro.

Palavras chave:   Fundos Rotativos Solidários, Finanças Solidárias, Economia Solidária

 

Abstract

 

The purpose of this paper is to perform a critical reflection of the trajectories of the  “Programa de Apoio a Projetos Produtivos Solidários-PAPPS” which is running in the Northeast Region of Brazil since 2005.  The institutional matrix and operation of the PAPPS lies in the methodology of rotative solidarity funds, which are collective forms of savings in the form of money and or products, managed by civil society organizations and community organizations as well as projects designed to support associative and community production and marketing of goods and services. The management of the program is shared among community organizations, government entities and non-governmental organizations, which are formed by national and local management councils. Therefore, the central concern is the different institutional paths that the program is subject to shared management.  In this sense, our effort is to understand the limits, progress and hopes of learning from shared management involving different institutional matrix, and different styles of organization that can be learned from the experience of social management of the rotative solidarity funds in Northeast Brazil.

KeyWords: Rotative Funds, Solidarity Finance, Solidarity Economy

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DE EMPRESAS, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E TURISMO: B4; CIÊNCIAS AMBIENTAIS: B5; COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO: B5; ECONOMIA: B5; INTERDISCIPLINAR: B5; SOCIOLOGIA: B4. 

 

Publicação e Apoio:

 

 

RGP está indexada em:

 

Instituições de referência para a RGP: