A PERCEPÇÃO DE EMPREGADOS PÚBLICOS ACERCA DA REESTRUTURAÇÃO ORGANIZACIONAL: UM ESTUDO DE CASO NA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

Emmanuelle Lima de Freitas Freitas, Márcia Zabdiele Moreira, Alane Siqueira Rocha, Diego de Queiroz Machado

Resumo


Este trabalho tem como objetivo geral analisar a percepção dos empregados públicos da Caixa Econômica
Federal acerca do seu processo de reestruturação organizacional. Para tanto, foi utilizado método de estudo
de caso em uma sede da empresa localizada na cidade de Fortaleza-CE, com coleta de dados realizada junto
aos empregados mediante entrevistas estruturadas, focadas nos seguintes elementos: sistemas que compõem
a estrutura organizacional; riscos e benefícios do processo de reestruturação; e fatores geradores de resistência
ou cooperação em relação à reestruturação. Em termos de resultados, foi possível encontrar fatores de
resistência em relação à reestruturação nas respostas obtidas no grupo estudado. Contudo, há também um
regime de cooperação que acaba prevalecendo. Pode-se concluir que, para os empregados, o saldo das mudanças
decorrentes da reestruturação aplicadas até 2016 tem sido positivo, mas com ressalvas, tendo em
vista que há aspectos ainda a serem aprimorados, como a forma como são aplicadas as mudanças.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DE EMPRESAS, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E TURISMO: B4; CIÊNCIAS AMBIENTAIS: B5; COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO: B5; ECONOMIA: B5; INTERDISCIPLINAR: B5; SOCIOLOGIA: B4. 

 

Publicação e Apoio:

 

 

RGP está indexada em:

 

Instituições de referência para a RGP: