REFORMA DO ESTADO E DEMOCRACIA BRASILEIRA

Aline Lourenço de Oliveira, Daniel Leite Mesquita, José Roberto Pereira, Adílio Renê Almeida Miranda

Resumo


O objetivo desse ensaio teórico é analisar quais foram as contribuições da Reforma do Estado para o fortalecimento da democracia no Brasil.  O foco principal da reforma brasileira, até o momento, tem sido a redução dos gastos públicos, seguida pela orientação para o mercado, que se baseia em programas de fortalecimento da indústria nacional e da economia interna. Apesar de, ideologicamente, o fortalecimento democrático estar presente nos discursos públicos, acredita-se que a Reforma do Estado ainda não ajudou o desenvolvimento democrático do Brasil, mas foi um ponto de partida fundamental. O caminho para uma modernização do Estado que fortaleça a democracia brasileira ainda é longo e difícil, exigindo, principalmente, maior envolvimento da sociedade nos negócios públicos. Além disso, considera-se necessário e urgente a ampliação da Reforma nos níveis de governo estadual e, principalmente, municipal, com foco no fortalecimento das instituições democráticas, utilizando-se de indicadores sociais, econômicos, políticos e ambientais na definição das metas e objetivos do Estado. Acredita-se que essas iniciativas colocarão em prática o que se divulga no discurso em termos de transparência pública e de participação social.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DE EMPRESAS, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E TURISMO: B4; CIÊNCIAS AMBIENTAIS: B5; COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO: B5; ECONOMIA: B5; INTERDISCIPLINAR: B5; SOCIOLOGIA: B4. 

 

Publicação e Apoio:

 

 

RGP está indexada em:

 

Instituições de referência para a RGP: