Das partes e do todo: um estudo da écfrase em Avalovara, de Osman Lins

Leny da Silva Gomes

Resumo


Resumo:

Dos oito temas que compõem o romance Avalovara, de Osman Lins, organizados a partir do movimento da espiral sobre as letras RSOATPEN, do palíndromo Sator Arepo Tenet Opera Rotas, selecionou-se para este artigo o tema R. Deste, destacaram-se trinta pequenos fragmentos que dizem respeito à formação do cais em T. Pretende-se demonstrar que este motivo, o cais em T, é elaborado por um procedimento retórico denominado ekphasis ou écfrase. Num primeiro plano, a écfrase é uma descrição literária, detalhada, de um objeto das artes visuais. Entretanto, suas implicações envolvem aspectos da arte de narrar, como espaço e tempo, real e imaginário, concreto e abstrato, palavra e imagem, sagrado e profano.

Palavras-chave: Avalovara, Écfrase, Cais em T.

 

Abstract:

From the eight themes that compose the novel Avalovara, by Osman Lins, organized from the spiral movement of the letters RSOATPEN, from the palindrome Sator Arepo Tenet Opera Rotas, we have chosen the topic R to be developed in this article. Thirty small fragments are highlighted which concern the formation of the pier in T. It is intended to demonstrate that this reason, the pier in T, is prepared by a rhetorical procedure named ekphasis or ecphrasis. In the foreground, ekphrasis is a detailed literary description, of an object of visual arts. However, its implications involve aspects of the narrative art, such as space and time, real and imaginary, concrete and abstract, word and image, sacred and profane.

Keywords: Avalovara, Ekphrasis, Pier in T.


Texto completo:

PDF

Referências


BRANDÃO, J. L. A invenção do romance. Brasília: Ed. Universidade de Brasília, 2005.

CHEVALIER, J.; GHEERBRANT, A. Dicionário de símbolos: mitos, sonhos, costumes, gestos, formas, figuras, cores, números. Coord. Carlos Sussekind. Trad. Vera da Costa e Silva et al. 9. ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1995.

FRITOLI, L. E. Do ideal e da obra: visualidade e conformação do espaço literário em "Retábulo de Santa Joana Carolina", de Osman Lins. 2004. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo. São Paulo, 2004.

GALVÃO, S. de V. Dicionário corográfico histórico e estatístico de Pernambuco. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1908.

HANSEN, J. A. Categorias epidíticas da ekphrasis. Revista USP, São Paulo, n. 71, p. 85-105, set./nov. 2006.

KRIEGER, M. Imagem e palavra, espaço e tempo: a exaltação – e a exasperação – da ekphrasis enquanto assunto. In: BASÍLIO, K. (Org.). Concerto das artes. Porto: Campo das Letras, 2007. p. 133-63.

LINS, O. Avalovara. Apres. Antonio Candido. São Paulo: Melhoramentos, 1973.

_______. A rainha dos cárceres da Grécia. 2. ed. São Paulo: Melhoramentos, 1977.

_______. Evangelho na taba: outros problemas inculturais brasileiros. São Paulo: Summus, 1979.

MARTÍNEZ, G. Borges y la matemática. Buenos Aires: Eudeba, 2005.

MORGANTI, B. F. A morte de Laocoonte e o Gigante Adamastor: a écfrase em Virgílio e Camões. Nuntius Antiquus, Belo Horizonte, n. 1. p. 1-13, jun. 2008.

PINHEIRO, M. P. F. Origens gregas do gênero. Disponível em: . Acesso em: 7 ago. 2013.

SILVEIRA BUENO, F. da. Vocabulário Tupi-Guarani Português. 4. ed. rev. aum. São Paulo: Brasilivros, 1986.

UTÉZA, F. JGR: Metafísica do grande sertão. Trad. José Carlos Garbuglio. São Paulo: Universidade de São Paulo, 1994.




DOI: https://doi.org/10.19134/eutomia-v1i13p283-303

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

Qualis (CAPES): B1-LETRAS / LINGUÍSTICA; B1-EDUCAÇÃO; B1-FILOSOFIA/TEOLOGIA:subcomissão FILOSOFIA; B1-INTERDISCIPLINAR; B3-CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS; B3-HISTÓRIA; B3-PSICOLOGIA; B5-EDUCAÇÃO FÍSICA; B5-ODONTOLOGIA; B5-SERVIÇO SOCIAL; C-ARTES / MÚSICA

Diretórios:


Indexadores:

 

Directory of Open Access Journals


Associação de revistas acadêmicas latinoamericanas de humanidades e ciências sociais

Institucional