Delineando uma proposta de curso na modalidade Formação Inicial e Continuada (FIC) na área de construção civil: apontamentos freireanos

Sandra Arlinda Santiago MACIEL, Mário Luís Cabello RUSSO, Cássia do Carmo Pires Fernandes

Resumo


A construção civil é uma área com baixo grau de mecanização e grande utilização de mão de obra. Parte dessa mão de obra é composta por profissionais de nível operacional (pedreiros, carpinteiros, eletricistas, etc.) que, na maioria das vezes aprendem a profissão nos próprios canteiros de obra. O objetivo desse trabalho é descrever o processo de elaboração e reflexões em torno de uma proposta de curso na modalidade Formação Inicial Continuada (FIC) a ser ofertado no campus Ouro Preto do Instituto Federal de Minas Gerais, a partir de princípios da pedagogia do renomado educador Paulo Freire. Para isso, foi adotada a metodologia qualitativa, com uma revisão bibliográfica a respeito de variáveis que envolvem o delineamento de um curso FIC na área de construção civil. A literatura aponta aspectos como o perfil sociodemográfico do público-alvo, técnicas de ensino específicas para adultos (andragogia) e a formação humanista como fundamento de práticas educativas para a conscientização e a emancipação dos sujeitos.

Formação Inicial Continuada. Andragogia. Construção Civil.


ABSTRACT

In Brazil, civil construction has low degree of mechanization and high dependence of labor, and manpower has few or no qualifications. The workers, 

as bricklayers, electricians, carpenters and others, in most cases, learned a profession with the coworkers in the work site. This paper aims to propose a curse to qualify unskilled and older workers, as well as workers of other areas that want to migrate to civil construction. This curse would be offered inside the Instituto Federal de Minas Gerais, in the campus Ouro Preto. A bibliographic review was done addressing issues as the wide age ranges of the students, social origins and occupations, teaching strategies focused on adults (andragogy), and humanist formation.

Adult Education. Andragogy. Civil Construction.


RESUMEN

La construcción civil es un área con un bajo grado de mecanización y gran uso de mano de obra. Parte de esta fuerza laboral está compuesta por profesionales de nivel operacional (albañiles, carpinteros, electricistas, etc.) que, en la mayoría de las veces, aprenden la profesión en los propios sitios de construcción. El objetivo de este trabajo es describir el proceso de elaboración y reflexiones en torno a una propuesta de curso en la modalidad de Formación Inicial Continua (FIC) que se ofrecerá en el campus de Ouro Preto del Instituto Federal de Minas Gerais, basado en los principios pedagógicos del reconocido educador Paulo Freire. Para esto, se adoptó la metodología cualitativa, con una revisión bibliográfica sobre variables que involucran el diseño de un curso FIC en el área de la construcción civil. La literatura señala aspectos como el perfil sociodemográfico del público objetivo, técnicas de enseñanza específicas para adultos (andragogía) y la formación humanística como base de las prácticas educativas para la concienciación y la emancipación de los sujetos.

Educación Continua. Andragogía. Construcción Civil.


RIASSUNTO

l'edilizia civile è un'area con un basso grado di meccanizzazione e un grande uso del lavoro. Parte di questa forza lavoro è composta da professionisti a livello operativo (muratori, carpentieri, elettricisti, ecc.) Che, il più delle volte, apprendono la professione nei cantieri stessi. L'obiettivo di questo lavoro è quello di descrivere il processo di elaborazione e riflessioni intorno a una proposta di corso nella modalità di formazione continua (FIC) da offrire nel campus di Ouro Preto dell'Istituto Federale del Minas Gerais, sulla base dei principi pedagogici del famoso educatore Paulo Freire. Per questo, è stata adottata la metodologia qualitativa, con una revisione bibliografica sulle variabili che coinvolgono la progettazione di un corso FIC nell'area dell'edilizia civile. La letteratura indica aspetti come il profilo sociodemografico del pubblico target, tecniche di insegnamento specifiche per adulti (andragogia) e formazione umanistica come fondamento di pratiche educative per la consapevolezza e l'emancipazione delle materie. 

Formazione Continua. Andragogia. Edilizia civile.


Texto completo:

PDF

Referências


BRESSIANI, Lucia; ROMAN, Humberto Ramos. A utilização da andragogia em cursos de capacitação na construção civil. Revista Gest. Prod., São Carlos, v. 24, n. 4, p. 745-762, 2017.

CABELLO, Mário Luís. et al. Desenvolvimento de filmes educativos sobre elaboração de projetos para utilização pelos alunos do curso técnico em edificação. Relatório Final de Pesquisa. Instituto Federal de Minas Gerais Campus ouro preto - diretoria de inovação, pesquisa e extensão. 2018.

DIAS, Ernandes Gonçalves. et al. Perfil e conhecimento de pedreiros trabalhadores na construção civil de uma cidade norte mineira. Revista Desafios, v. 5, n.02, 2018.

DRABACH, Neila Pedrotti. O desvio de rota nas políticas de educação profissional: uma análise do processo de construção e da oferta pública e privada do pronatec. [Tese de doutorado]. São Paulo, SP. Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, 2018.

EDIFICAÇÕES, IFMG Campus Ouro Preto: Página no youtube. Disponível em: https://www.youtube.com/channel/UCzSqabMplFjazJKT5aZo3DQ/videos?view=0&sort =da&flow=grid. Acesso em: 15 Abr. 2020.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. Editora Paz e Terra. 11⁰ edição. Rio de Janeiro, 1982.

FREIRE, Paulo. Extensão ou comunicação? Editora Paz e Terra. 8⁰ edição. Rio de Janeiro, 1983.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia, saberes necessários à prática educativa. Editora Paz e Terra. 25⁰ edição. São Paulo, 1996.

FRIGOTTO, Gaudêncio. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia - Relação com o ensino médio integrado e o projeto societário de desenvolvimento. Rio de Janeiro: UERJ, LPP, 2018. 320 p.

LACERDA, Claudio Virote. A experiência do proeja-FIC / PRONATEC na secretaria municipal de educação de Goiânia: a construção do currículo pelos sujeitos da educação de adolescentes jovens e adultos (EAJA). [Dissertação de mestrado]. Goiânia. Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Goiás, 2016.

MARINHO, Danilo Nolasco Cortês. et al. Trajetória e tendências do emprego formal no Brasil segundo os grandes setores da economia e as Unidades da Federação. Inc.Soc., Brasília, DF, v.12 n.2, p.183-196, jan./jun. 2019.

MATTEI, Taíse Fátima; CUNHA, Marina Silva da. A crise econômica brasileira e seus efeitos sobre o emprego formal: uma decomposição shift-share estocástica. Revista Orbis Latina, vol.10, n.1, p.116-138. Foz do Iguaçu/ PR, 2020.

PEREIRA FILHO, Herbet Miranda; LUCENA FILHO, Humberto Lima de. Terceirização trabalhista e a construção civil. Revista do Direito do Trabalho e Meio Ambiente do Trabalho, Curitiba, vol.2, n.2, p.209-226, 2016.

PRONATEC – Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico em Emprego. Guia PRONATEC de Cursos FIC. 4⁰ edição, 2016.

SANTOS, Marcelo Nascimento; MENDES, Michelle Adriane de Lima. Desenvolvimento de modelos para projetos em formato CAD para uso nas disciplinas do curso técnico em edificações. Relatório Final de Pesquisa. Instituto Federal de Minas Gerais Campus ouro preto - diretoria de inovação, pesquisa e extensão. 2018.

SANTOS, Bruna Stephanie Miranda dos. Atores políticos e direitos sociais: as relações de poder sob a ótica da aprovação da reforma trabalhista no brasil. [Dissertação de Mestrado]. Porto Alegre. Programa de Pós-Graduação em Ciência Política da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2020.

SILVA, Rosi Margarete Dranka de Paula e. A diversidade de idades entre alunos na mesma sala de aula do centro de educação de jovens e adultos - CEJA de canoinhas. Disponível em: https://repositorio.ifsc.edu.br/bitstream/handle/1234567 89/463/A%20DIVERSIDADE%20DE%20IDADES%20ENTRE%20ALUNOS.pdf?seque nce=1&isAllowed=y. Acesso em: 15 Abr 2020.




DOI: https://doi.org/10.33052/inter.v5i9.247751

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Sandra Arlinda Santiago MACIEL, Mário Luís Cabello RUSSO, Cássia do Carmo Pires Fernandes

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.