Multitemporal analysis of vegetation indices for the superior region of the Moxotó River hydrographic basin

Ulisses Alencar Bezerra, Leidjane Maria Maciel de Oliveira, Antônio Celso de Sousa Leite, Débora Natália Oliveira de Almeida, Ana Lúcia Bezerra Candeias, João Rodrigues Tavares Junior

Abstract


The semi-arid region of Northeastern part of Brazil is under changes pressures driven by human activities or climate changes. This study aims to assess the vegetation coverage in two periods, before the transposition of the São Francisco River-East axis, and after your implementation, in the Moxotó River basin using remote sensing techniques to determine vegetation indices, and investigate the behavior of vegetation in the catchment area. The Normalized Difference Vegetation Index (NDVI) and the Soil Adjusted Vegetation Index (SAVI). TM-Landsat5 image of 13/01/2009, and OLI-Landsat8 image of 04/02/2017 are used here. Radiometric calibration steps, reflectance are developed to generate thematic maps of NDVI and SAVI. The NDVI showed average values for 2009 and 2017 like 0,256 and 0,264, respectively, setting a growth of vegetation cover and photosynthetic activity. The SAVI had an average of 0,147 and 0,155 to years of 2009 and 2017, respectively. Differences were found between vegetable toppings determined by NDVI and by SAVI. The exposed soil class had greater expression when observed in the thematic maps of NDVI, once the SAVI, has the precept to reduce the brightness of the ground, and this index had a higher representation in the sparse vegetation.


Keywords


remote sensing, semiarid, NDVI, SAVI

Full Text:

PDF

References


Agencia Nacional das Águas - ANA. Atlas Nordeste - Abastecimento Urbano de Água - MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE; Superintendência de Planejamento de Recursos Hídricos – SPR; 2006. Brasília – DF.

Allen, R.G., Tasumi, M. Trezza, R., 2007. Satellite-based energy balance for mapping evapotranspiration with internalized calibration (METRIC) - Model. Journal of Irrigation and Drainage Engineering.

Alves, T.L.B., Azevedo, P.V., Santos, C.A.C., Santos, F.A.C., 2014. Comportamento Sazonal do Albedo e dos Índices de Vegetação na Bacia Hidrográfica do Alto Curso do Rio Paraíba. Revista Brasileira de Geografia Física, Recife, v. 7, n. 5.

Antunes, R. L. S., 2014. Variação espaço-temporal de NDVI em área de aproveitamento hidroelétrico – UHE santo Antônio, Porto Velho (RO). Dissertação de mestrado. UFPE – Recife-PE.

Agência Pernambucana de Águas e Climas - APAC. Sistema de Informação Geográfica. Disponível em: . Acesso: may 2017.

Brito, F.B., 2013. Conflitos pelo acesso e uso da água: integração do rio São Francisco com a Paraíba (Eixo Leste). Tese (Doutorado) – Universidade Federal do rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Programa de Pós-Graduação em Geografia, Porto Alegre, RS – BR.

Brito, D.S., Pinheiro, M.A., Grangeiro, C.M.M., Silva, J.M.O., 2015. Análise da Aplicação do Índice de Vegetação por Diferença Normalizada (NDVI) Na Microbacia o Rio Salamanca, Barbalha-Ceará. In: VII Workshop de Mudanças Climáticas e Recursos Hídricos do Estado de Pernambuco, Recife, PE, Brasil.

Carrenho, R., Trufem, S.F.B., Bononi, V.L.R., 2001. Fungos micorrízicos arbusculares em rizosferas de três espécies de fitobiontes instaladas em área de mata ciliar revegetada. Acta Botanica Brasílica, v.15, n.1, São Paulo-SP, p. 115-124.

Chagas, M. Das G. S. Das, Galvíncio, J.D., Pimentel, R.M. M., 2008. Avaliação da dinâmica espectral da vegetação de caatinga em Arcoverde, Pernambuco. Revista de Geografia, v. 25, nº 2, pp. 45 – 60.

Chander. G., Markham, B.L., Helder, D.L., 2009. Summary of current radiometric calibration coefficients for Landsat MSS, TM, ETM+, and EO-1 ALI sensors. Remote Sensing of Environment, v.113, p. 893-903.

Constantini, M.L., Zaccarelli, N.; Mandrone, S., Rossi, D., Calizza, E., Rossi, L., 2012. NDVI spatial pattern and the potential fragility of mixed forested areas in volcanic lake watersheds. Forest Ecology and Management, p. 133-141.

Cruz, M.A.S., Souza, A.M.B., Jesus, J.S., 2011. Avaliação da cobertura vegetal por meio dos Índices de Vegetação SR, NDVI, SAVI e EVI na bacia do rio Japaratuba-Mirim em Sergipe. In: Anais XV Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto - SBSR, Curitiba, PR, Brasil.

Figueirêdo, A.C.; Montenegro, A.A.A.; Santos, E.S.; Guerra, S.M.S.; Gusmão, A.C.V.L., 2013. Determinação de Índices de Vegetação para a análise da cobertura vegetal em bacia hidrográfica do Agreste pernambucano. In: Anais XVI Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto - SBSR, Foz do Iguaçu, PR, Brasil.

Gheyi, H.R.; Paz, V.P.S., 2012. Recursos hídricos em regiões semiáridas. 1a edição ed. Campina Grande, PB: [s.n.]. p. 258.

Gomes, V.P.; Galvíncio, J.D.; Ferreira, P.S.; Silva, J.F.; Ferreira, H.S., 2016. Hyperspectral analysis in areas of Caatinga degraded in the municipality of Sertânia – PE. Journal of Hyperspectral Remote Sensing.

Huete, A.R., Jackson, R.D., Post, D.F., 1985. Spectral response of a plant canopy with different soil background. Remote Sensing of Environment, v. 17, p. 37-53.

Huete, A.R., 1988. A soil-adjusted vegetation index (SAVI). Remote Sensing of Environment, v. 25, p. 53-70.

Huete, A.R., Tucker, C.J., 1991. Investigation of soil influence in AVHRR red and near infared vegetation index imagery. International Journal of Remote Sensing, v.12, p. 1223-1242.

Lima, G.C., Silva, M.L.N., Curi, N., Silva, M.A., Oliveira, A.H., Avanzi, J.C., Ummus, M.E., 2013. Avaliação da cobertura vegetal pelo índice de vegetação por diferença normalizada (IVDN). Ambiagua, Taubaté, v. 8, n. 2, p. 204-214.

Lopes, A.S., Silva, H.P., Araujo, I.R., Alencar, B.P.B., Melo, A.L., 2010. Utilização de imagens de satélites e dados meteorológicos visando o monitoramento de mudanças climáticas. In: III Simpósio Brasileiro de Ciências Geodésicas e Tecnologias da Geoinformação, Recife, PE, p. 001-004.

Markham, B.L., Barker, L.L., 1987. “Thematic mapper bandpass solar exoatmospherical irradiances”. International Journal of Remote Sensing, v.8, n.3, pp.517- 523.

Marcussi, A.B., Bueno, C.R.P., Miqueloni, D.P., Arraes, C.L., 2010 Utilização de índices de vegetação para os sistemas de informação geográfica. Caminhos de Geografia - Revista online:http://www.ig.ufu.br/revista/caminhos.html, v. 11, n. 35, p. 41 - 53.

Melo, C. R., 2011. Análise do eixo leste da transposição do rio São Francisco face aos cenários de uso previstos. 178 p. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, Dissertação de Mestrado, UFPE, Recife, Brasil.

Min (Ministério da Integração Nacional), 2000. Projeto de Transposição das águas do rio São Francisco, Relatório Geral, TOMO I, TOMO II; Análise Prospectiva da Irrigação, TOMO 2b. VBA Consultores.

Novas, M.F.B., Cruz, P.P.N., Silva, R., Pace, T.T., 2008. Análise da Variação dos Índices de Vegetação Estimados por Sensoriamento Remoto em dois Períodos ao Sul da Bacia do Rio Traipu-AL. In: II Simpósio Brasileiro de Ciências Geodésicas e Tecnologias da Geoinformação, Recife, PE, p. 000-000.

Oliveira, L.M.M.; Montenegro, S.M.G.L., Silva, B.B., Moura, A.E.S.S.; Gusmão, A.C.V.E.L., Salgueiro, J.H.P.B., 2013. Índices de vegetação por sensoriamento remoto na bacia hidrográfica do rio Tapacurá – PE, in Anais do XX Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos, Bento Gonçalves, RS.

Oliveira, T.H, Galvíncio, J.C., 2009. Caracterização Ambiental da Bacia Hidrográfica do rio Moxotó – PE Usando Sensoriamento Remoto Termal. Revista Brasileira de Geografia Física, Recife, v. 1, n. 2, p. 30-49.

Ponzoni, F.J., Shimabukuro, Y. E., Kuplich, T.M., 2012. Sensoriamento Remoto da vegetação. 2 Ed. São Paulo: Oficina de Textos. 164 P. V.11, N.3-4.

Rouse, J.W., Haas, R.H., Schell, J.A., Deering, D.W., 1973. Monitoring the vernal advancement and retrogradation (green wave effect) of natural vegetation. Prog. Rep. RSC 1978-1. Remote Sensing Cent., Texas A&M Univ., College Station.

Ruhoff, A.L., Silva, B.B., Rocha, H.R., 2015. Determinação da irradiância solar no topo da atmosfera para cálculo do albedo e balanço de energia a partir de imagens LANDSAT 8 OLI. In: Anais XVII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto - SBSR, João Pessoa, PB, Brasil.

Santiago, M.M., Silva, H.A.; Galvíncio, J.C., Oliveira. T.H., 2009. Análise da Cobertura Vegetal Através dos Índices de Vegetação (NDVI, SAVI e IAF) no Entorno da Barragem do Botafogo-PE In: Anais XIV Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto - SBSR, Natal, RN, Brasil.

Silva, B.B., Braga, A.C., Oliveira, L.M.M., Montenegro, S.M.G.L.; Barbosa Junior, B., 2016. Procedures for calculation of the albedo with OLI-Landsat 8 images: Application to the Brazilian semi-arid. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.20, n.1, pp. 3 - 8.

Silva, T.G.F.; Moura, M.S.B.; Zolnier, S.; Moura, L.S.B.; Carmo, J.F.A., 2014. Índices morfofisiológicos e uso de radiação solar por um cultivo de cana-de-açúcar irrigada no semiárido brasileiro. Revista Brasileira de Geografia Física, 7, pp. 764 - 773.

UNESCO. Relatório Mundial das Nações Unidas sobre Desenvolvimento dos Recursos Hídricos. Disponível em: < http://www.unesco.org/water/wwap>. Acess: 04 may 2017

USGS, 2016. Landsat 8 (L8) Data Users Handbook, 2015, LSDS-1574, version 1.0. Sioux Falls, USA: USGS EROS. Disponível em Acess 05 may. 2017.




Copyright (c) 2018 Journal of Hyperspectral Remote Sensing

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Indexadores / Base de Dados:

 

Google Scholar

 

Journal of Hyperspectral Remote Sensing - eISSN: 2237-2202